A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço!

Martinho Lutero

12/09/2012

Vergonha! Querem cobrar direito autoral dos louvores cantados no culto





 Por Rev.Renato Vargens -


O meu amigo, Walter McAlister que é Bispo Primaz das Alianças de Igrejas Nova Vida publicou um texto absolutamente inquietante.

Pois bem, o Bispo Walter em seu BLOG denunciou que a sua denominação foi notificada (leia aqui) de que teria de pagar direitos autorais pela execução de músicas de “louvor” nos seus cultos. Segundo o Bispo, cada uma de suas igrejas ficaria, assim, responsável por declarar o número de membros e a frequência aos seus cultos, para que fosse avaliado o imposto a ser pago ao Christian Copyright Licensing International (CCLI), sociedade que realiza a arrecadação e a distribuição de direitos autorais decorrentes da execução pública de músicas nacionais e estrangeiras. Por sua vez, o CCLI repassaria o valor devido aos compositores cujas músicas estão cadastradas.

Caro leitor, eu faço coro com o Bispo Walter isso é um verdadeiro absurdo e digo mais este mercado gospel me enoja! O simples fato de saber que existe gente querendo enriquecer as custas do louvor na casa de Deus me dá náuseas.
Ah! Que saudade da boa música, ministrada, cantada, com unção, cujo interesse era simplesmente engrandecer o nome de Deus! Que saudade, do louvor apaixonado, que brotava do peito dos adoradores como um grito de paixão e amor. Que saudade das lágrimas derramadas, das composições desinteressadas, da música entoada por músicos cheios de Deus e de seu Espirito.

Pois é, diante desta aberração comercial resta-nos descobrir os nomes dos compositores dispostos a cobrar direitos autorais das canções entoadas no cultos. Bom, antes que alguém me apedreje deixe eu explicar que  acho lícito, justo e correto o compositor receber os direitos autorais de suas músicas cantadas no Rádio e na TV, agora, vamos combinar uma coisa? Cobrar por aquilo que a igreja canta nos cultos é demais da conta não é verdade?

Isto posto, digo que o melhor a ser feito é boicotar os mercadores da fé juntamente com suas canções. Além disso, vamos cantar as velhas músicas que viraram domínio público,  incentivando os músicos de nossas Igrejas a comporem também novos louvores que exaltem a Deus.

Que Deus tenha misericórdia de nós, que se compadeça da sua igreja, perdoe nossos pecados, e nos dê um avivamento.

Renato Vargens
Resto do Post

4 comentários:

  1. A Paz do Senhor
    Fiz uma visita no blog do senhor e achei interessante. Estou me tornando seguidor de seu blog e gostaria que o irmão visitasse o meu blog também e torna-se seguidor dele. O meu blog possui estudos bíblicos e notícias religiosas que saem na imprensa. O irmão vai gostar. Deus abençoe.
    Rafael Carlos
    fidelidadeajesus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É algo repugnante. Conferi a lista de artistas e constam os nomes de Augustus Toplady, Isaac Watts, Beethoven, Mozart, Horatius Bonar e Henry Purcell, todos falecidos há séculos. Mas chantagear a Igreja de Deus para obter lucro é revoltante, especialmente porque feito com consentimento dos astros e estrelas gospel, supostamente homens e mulheres de Deus, que supostamente participam de ministérios de louvor (ou seriam carreiras seculares?). Boicote neles. Voltemos aos bons e velhos hinários. Cantemos hinos e cânticos espirituais, deixando o sabor de mel para o mundo que vai perecendo.

    ResponderExcluir
  3. Quero é mais. As religiões estão a cada dia, mais sem moral. Na Itália, querem colocar o Vaticano pra pagar impostos (PEDÓFILOS); aqui no Brasil, além dessa mesma decisão está circulando pelo Brasil, aos evangélicos (EM GERAL, EX-TUDO DE RUIM; EX-ASSASSINOS; EX-LADRÕES; EX-ESTELIONATÁRIOS E ETC...), há ações na Justiça Trabalhista pra cobrar das Igrejas, direitos de ex-pastores. ACABOU. É APENAS QUESTÃO DE TEMPO PRAS RELIGIÕES DESPARECEREM E SEUS MELHORES TEMPLOS, SE TIVEREM VALOR HISTÓRICO VIRAREM APENAS MUSEUS DE CUNHO TURÍSTICO. KKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  4. São exatamente as igrejas quando cantam estes hinos que tornam conhecidos estes cantores, ou seja, esta tentativa de receber valores pelas músicas cantadas e executadas nas igrejas é de uma burrice impensável!
    Seria simplesmente perfeito, sabermos quem são estes "cantores" que estão tentando explorar de um modo vergonhoso as igrejas, e boicotarmos completamente tais "hinos" dentro das nossas denominações!
    Estes certamente de adoradores não tem absolutamente nada, são apenas vendilhões do templo!
    É nisto que dá destacar e apoiar ridículos e miseráveis homens mortais pecadores como se fossem astros, como estrelas, quando na verdade são apenas vermes imundos e imprestáveis, carentes da glória de Deus, assim commo todo homem assim de fato o é!

    ResponderExcluir