A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço!

Martinho Lutero

16/12/2009

Quando a inspiração acaba

















Ricardo Gondim

Os poucos lampejos de criatividade que colorem minha escrita minguaram faz uns três ou quarto meses. Tornei-me menino com fastio. Sento para escrever, mas refugo a comida com sustância. Sirvo pão dormido, redijo sem encanto. Tento, porém, depois de dias e dias sem brilho, o texto sai a fórceps. Acorrentando por dentro e banhado de suor, minha redação vira pedra de Sísifo.

Recuso espremer lição desses momentos áridos. Não quero aprender coisa nenhuma nos meus hiatos. Vou deixar que os lendários quarenta dias no deserto purguem minha vã pretensão de instrumentalizar a vida. Sussurro: "Hei de não aprender coisa alguma na esterilidade". Infecundo como Ana, não suplicarei filhos. Na vastidão árida dos meus vales interiores, caminharei sem tomar nota dos detalhes interessantes. Satisfeito, não reclamarei a ausência de barulhos. Contento-me em ser banal, em repetir chavões. Sim, repito-me como o sino monótono da igreja de minha infância.

Abro mão da orginalidade. Viver deixou de ser preciso, mas, vago e inexato. Sigo, apenas sigo, ao sabor do vento. Bailo com as marés. Hiberno enquanto aguardo a próxima primavera.

Talvez a felicidade more exatamente nessa desambição melancólica. Despido de expectativas, tudo fica bom. Leve, escrevo sem a ansiedade de agradar. Livre, confundo a sintaxe sem conformar-me a estilo nenhum. Solto, deixo que os dedos desobedeçam a mente, e aceitem ordens do coração.

Meu viver tem essas esquisitices. Acordo afoito, e fantasio produzir uma bela obra literária. Depois, oscilo emocionalmente e a vida se reduz a um existir sem cores. Temendo críticas, prometo que, semelhante a Jesus, só escreverei na areia. Farto com a Agremiação que cobra coerência, abandono as lógicas. Digo que me contento com devaneios.

Talvez meu luto não tenha passado. Neste ano, amigos morreram em cascata. Decepções não deram tréguas. Abandonos se sucederam. Fatigas se acumularam. Sonhos continuaram a desbotar. Negocio com o coração e com as pernas a próxima passada. Dou razão a Fernando Pessoa: “Não é o tédio a doença do aborrecimento de nada ter que fazer, mas a doença maior de se sentir que não vale a pena fazer nada”.

Nesta precariedade existencial, e com esse marasmo criativo, sobra o dever de continuar; de considerar a fidelidade uma virtude inegociável. E dizer: tudo passa, inclusive este tempo.

Soli Deo Gloria

Rede Globo, traballhando para esconder os fatos da Farsa do Aquecimento Global




















Bruno Pontes

E o Fantástico martela: precisamos controlar as emissões de CO2, já que “está com-pro-va-do que há uma relação direta entre o aumento da concentração do gás na atmosfera e o aumento da temperatura”. Não está não, Sônia Bridi. Ouçamos José Carlos Parente de Oliveira.

Em clima de conferência do clima em Copenhague, o programa Fantástico (6 de dezembro) preparou psicologicamente o telespectador para a catástrofe planetária que se aproxima, oferecendo contudo uma saída para o apocalipse devidamente sacramentada pelo Organização das Nações Unidas. A saída consiste em fazer o que a ONU disser que deve ser feito.

Os e-mails vazados por hackers que expõem a falcatrua dos cientistas da Universidade de East Anglia, comunicaram os apresentadores do programa, foram categoricamente desacreditados pela ONU. O aquecimento global é “i-ne-quí-vo-co” (Zeca Camargo caprichou na ênfase). Portanto, os alienados devem tirar o cavalo da chuva: o mundo vai acabar mesmo. Assim diz a ONU, a autoridade máxima da nossa era.

Sem mostrar ao telespectador o conteúdo de algumas das mensagens trocadas pelos cientistas (como, por exemplo, aquela que fala em usar o “truque” para esconder o “declínio” da temperatura), o Fantástico deu o assunto por encerrado. A tese do aquecimento global está sendo usada como pretexto de uma regulação econômica sem precedente, pois se trata de uma regulação global - nenhum imperador em qualquer época alcançou tamanha jurisdição. E como reage o Fantástico (a grande imprensa inteira) ante a descoberta de milhares de documentos que podem desmascarar essa tese? Faz de conta que o caso não tem importância. Chamam isso de jornalismo.

A matéria diz ainda que “o mundo inteiro está preocupado”, pois “a Terra já está quase 1º C mais quente do que há 150 anos, quando começou a era industrial”. Grande coisa! A temperatura da Terra tem variado desde o primeiro dia. Houve períodos quentes e períodos frios. O físico José Carlos Parente de Oliveira, da Universidade Federal do Ceará, em entrevista ao Diário do Nordeste (15 de novembro), nos informa que por volta dos anos 1300 (segundo minhas fontes, nessa época não existiam fábricas nem automóveis, tampouco petrolíferas) ocorreu o chamado Período Quente Medieval, em que a temperatura da Terra foi superior à atual em cerca de um grau centígrado. Por volta dos anos 1800 tivemos a Pequena Era Glacial. Não há nada de anormal na possibilidade de a temperatura ter subido (ou baixado) num certo espaço de tempo. Já aconteceu antes e acontecerá novamente, independentemente do que a humanidade faça ou deixe de fazer.

Além disso, José Carlos Parente de Oliveira e centenas de outros cientistas “céticos” (termo que na acepção da ONU equivale a “hereges”) sustentam que a temperatura do planeta vem caindo - caindo - desde 1998. Existem dados colhidos por satélites para prová-lo, mas, conforme o físico, “esses dados não são aceitos e nem utilizados pelo IPCC nos seus documentos“. Ou seja: a ciência da ONU está fechada ao debate. Isso não é ciência, é ideologia fanática.

E o Fantástico martela: precisamos controlar as emissões de CO2, já que “está com-pro-va-do que há uma relação direta entre o aumento da concentração do gás na atmosfera e o aumento da temperatura”. Não está não, Sônia Bridi. Ouçamos José Carlos Parente de Oliveira mais uma vez:

“A hipótese do aquecimento global antrópico defendido pelo IPCC não possui base científica sólida. Não há dados observacionais que provem cabalmente a influência humana no clima. Se voltarmos um pouco no tempo nós constataremos que entre os anos de 1945 e 1977 houve um resfriamento da Terra, acompanhado de grande alarde de que o planeta congelaria, haveria fome, milhares de espécies desapareceriam etc. E veja que nesse período houve grande queima de carvão e petróleo motivada pela reconstrução da Europa e da Ásia após a 2ª Guerra Mundial. Outro exemplo de não conexão entre concentração de CO2 e temperatura da Terra ocorreu entre os anos 1920 e 1940, período em que a Terra esteve mais quente que os anos finais do século XX, e nesse período a atividade de queima de combustível foi de apenas 10% do que foi observado nos anos 1980 e 1990“.

O recorte temporal usado na matéria é o recorte vendido ao mundo pela ONU e tem relação com o objetivo político da coisa toda. Ligar a fraude do aquecimento global à era industrial remete a um velho slogan: a culpa é do capitalismo. Não é à toa que a militância socialista adotou a histeria do aquecimento como cavalo de Tróia do governo mundial que está sendo arquitetado neste exato momento em Copenhague. Enquanto o comissariado vai preparando taxas e metas compulsórias de alcance global, passando por cima das soberanias nacionais, a grande imprensa vai fazendo o seu trabalho de menina de recados do clube, engabelando o público. É fantástico.

Publicado no jornal O Estado.
Bruno Pontes é jornalista - http://brunopontes.blogspot.com

fonte: Midia Sem Máscara

09/12/2009

QUANDO A IGREJA NÃO É “IGREJA”...



















Por Caio Fabio


Igreja tem que ser coisa de gente de Deus, de gente livre, de gente sem medo, de gente que anda e vive, que deixa viver..., que crê sempre no amor de Deus...; e, sobretudo, é algo para gente que confia..., que entrega..., que não deseja controlar nada...; e que sabe que não sabe, mas que sabe que Deus sabe...

Somente gente com esse espírito pode ser parte sadia de uma igreja local, por exemplo...

Entretanto, para que as pessoas sejam assim seus pastores precisam ser assim...

Se o pastor é assim..., tudo ficará assim...

Ou, então, o tal pastor não emprestará a sua vida para o que não seja vida, e, assim, bem-aventuradamente deixará tal lugar de prisão disfarçada de amor fraterno...

Em igreja há problemas... É claro... Afinal, tem gente...

Mas nenhum problema humano tem que ser um escândalo para a verdadeira igreja de gente boa de Deus.

Numa igreja de Deus ninguém tem que ser humilhado..., adúlteros não tem que ser “apresentados” ao público..., ladrões são ajudados a não mais roubarem..., corruptos são tratados como Jesus tratou a Zaqueu..., e hipócritas são igualmente tratados como Jesus tratou aos hipócritas...; ou seja: com silencio que passa..., mas, ao mesmo tempo, não abre espaço...

Na igreja de gente boa de Deus fica quem quer e até quando deseje... E quem não estiver contente não precisa ser taxado de rebelde e nem de insubordinado... Ele é livre para discordar e sair... Sair em paz. Sem maldições e sem ameaças; aliás, pode sair sem assunto mesmo...

Na verdadeira igreja não há auditores, há amigos.

Nela também toda angustia humana é tratada em sigilo e paz.

Igreja é um problema?...

Sinceramente não acho...

Pelo menos quando a igreja é assim, de gente, para gente, liderada por gente, com o propósito de fazer de toda gente um humano maduro — então, creia: não há problemas nunca, pois, os problemas em tal caso nada mais são do que situações normais da vida, como gripe, febre ou qualquer outra coisa, que só não dá em poste de ferro...

Tudo o que aqui digo decorre de minha experiência...

Não é teoria...

Pode ser assim em todo lugar...

Mas depende de quem seja o pastor...

E mais: se o povo já estiver viciado demais nem sempre tem jeito...

Entretanto, se alguém decide começar algo do zero, então, saiba: caso você seja gente boa de Deus, e que trate todos como gostaria de ser tratado..., não haverá nada que não seja normal, pois, até as maiores anormalidades são normais quando a mente do Evangelho em nós descomplicou a vida.

Pense nisso!...



Nele,

01/12/2009

Excelência e amor!













Por Ricardo Gondim

Padre Antônio Vieira contou uma breve parábola sobre o amor.

Certo homem saiu para caçar. Tentou acertar vários animais, mas errou todos. Ruim de pontaria e mal sucedido em abater um bicho que alimentasse a família, voltava triste para o lar. A poucos metros da porta de casa, viu uma cobra enrolada no pescoço do filho caçula. Sem hesitar retesou o arco e flechou a serpente. Acertou-lhe em cheio e salvou a vida do filho.

Vieira então pergunta: “O que fez o pai para acertar a cabeça da áspide, se era um péssimo caçador, ruim de pontaria?”. Por que, de repente, o homem fez-se exímio no arco e flecha? Vieira responde: “O amor”. O amor sempre forja especialista, sempre cria excelência. As pessoas tornam-se criteriosas devido ao afeto.

Quem ama não aceita a lógica do “de qualquer jeito”; aliás, detesta “jeitinhos”. Extravagante nos gestos, refina atitudes. Os amantes caminham milhas extras sem perceber; transformam as decisões banais em mandamentos divinos. O esmero nasce do amor.


Soli Deo Gloria

INCRíVEL: Mensagens de Pagers Interceptadas durante 11 de Setembro de 2001 São Divulgadas na Internet !


























 Por Wikileaks



O website Wikileaks publicou o que vem se confirmando ser mensagens interceptadas de texto enviadas durante o dia dos ataques de 11 de setembro de 2001.

São um total de 573.000 mensagens de pagers que parecem ser originadas de orgaos oficiais dos EUA, como o Pentágono, FBI, FEMA e Departamento de Polícia de Nova York, tão bem como de computadores servidores reportando falhas em bancos de investimento dentro do World Trade Center.

O site Wikileaks se tornou uma plataforma na internet através da qual qualquer pessoa pode publicar documentos ou informações sensíveis ou confidenciais. Mais de 1.200 pessoas estão atualmente envolvidas no projeto pelo mundo inteiro. O que os une é o desejo de lutar contra a corrupção e prevenir governos e corporações de agirem ilegalmente.

Não está claro como Wikileak conseguiu as informações, já que o anonimato é uma garantia para delatores que fornecem documentos ou informações ao site. De acordo com a MSNBC, a maior parte das mensagens vem de três companhias: Metrocall, Skytel e Arch.

As mensagens irão provavelmente provocar grande alvoroço, uma vez que a primeira vista, parecem se referir a explosões nos edifícios, fato relatado por testemunhas e já conhecido na comunidade que luta pela verdade sobre o 11 de setembro.

Leia abaixo algumas das mensagens mais polêmicas, suspeitas e as vezes até cômicas, traduzidas para português. Tentarei atualizar quando descobrir novas mensagens.

Entre as mensagens, existem comunicados de bomba no departamento de estado americano, desarmamento de uma bomba no heliporto do pentágono, bombardeiros de prontidao, denúncias de bombas antes dos ataques, voos cancelados horas antes dos ataques, carro-bombas no capitólio, entre muitoas outras mensagens estarrecedoras. Creio que muita m... será jogada no ventilador.

Para melhor entender as mensagens, aqui vai a cronologia dos principais acontecimentos no dia 11 de setembro de 2001 (veja aqui a cronologia completa):

08.37: a FAA (a Administração Federal da Aeronaútica) notifica ao NORAD (North American Aerospace Defense Command , Comando de Defesa Aérea da América do Norte) que existe uma suspeita de seqüestro do vôo 11 de American.
08.46.30: o vôo 11 da American Airlines se choca com a Torre Norte do World Trade Center (WTC).
09.02.59: o vôo 175 da United Airlines se choca com a Torre Sul do World Trade Center.
09.07: o Chefe de Empregados da Casa Branca avisa o presidente George W. Bush que os Estados Unidos se encontram sob ataque. O presidente se encontrava reunido com umas crianças de uma escola primária de Sarasota (Flórida).
09.26: a FAA proíbe a decolagem de todos os aviões civis.
09.31: o presidente George W. Bush pronuncia um discurso na escola primária onde se encontrava, informando que se tratava aparentemente de um ato terrorista.
09.37.46: o vôo 77 da American Airlines choca com o Pentágono.
09.48: o Congresso dos Estados Unidos e a Casa Branca são evacuados.
09.59: a Torre Sul cai.
10.28: a Torre Norte cai.
11.45: o presidente Bush aterra na base aérea de Barksdale na Louisiana.
17.25: cai o edifício 7 de 47 andares do World Trade Center.


2001-09-11 09:21:44 Skytel [005414004] B ALPHA US bombardeiros estao no ar em rota para os alvos sigilosos esperando por ordens de abate. 2001-09-11 09:21:46 Skytel [005414004] B ALPHA (62


08:47:46 Arch [0901509] B ALPHA Alguem acabou de me dizer que houve uma explosao no wtc
08:50:25 Arch [0901509] B ALPHA Um aviao bateu nas torres gemeas. Muito mal.BR

08:50:50 Skytel [003252015] D ALPHA BOMBA DETONADA NO WORLD TRADE CENTER. POR FAVOR RETORNO PARA MIKE BRADY PARA RÁPIDO AVERIGUAÇÃO DE SUAS LOCALIZAÇÕES E NOS CONTATE SE PRECISAR DE QUALQUER COISA NO TELEFONE 212-647-2345.
08:51:37 Arch [1274589] D ALPHA 94-O WORLD TRADE CENTER ACABOU DE EXPLODIR, NÓS VIMOS A EXPLOSAO FORA DE NOSSAS JANELAS. TERESA...


08:46:46 Arch [1612975] D ALPHA PAGE FROM lifeline: alert 8933585 ETS appl nbetpsd27.fi.gs.com ETS RTCE: - dados de mercado inconsistente...Problema com a API Cantor problema com sistema de Comércio offline no nbetpsd27.fi.gs.com, run by etsuser on nbetpsd27, pid = 24277

Cantor Fitzgerald é uma empresa de serviços financeiros que tinha sua sede entre os andares 101 e 105

2001-09-11 10:24:31 Skytel [005344006] B ALPHA TWINKLE E TURQ ESTÃO SÃO E SEGUROS 2001-09-11 10:28:31 Skytel [005344006] B ALPHA LIGUEM PARA SPAMP OR SPRINKLE O MAIS RÁPIDO O POSSÍVEL 406-5838
2001-09-11 10:31:03 Skytel [005344006] B ALPHA UD RELATOU CHAMADA ANONIMA PARA JOC DIZENDO QUE ANGEL ESTÁ SEGURO
2001-09-11 10:37:01 Skytel [005344006] B ALPHA Aviao está 5 milhas fora de cro
2001-09-11 10:53:46 Skytel [005344006] B ALPHA dcoyer@usss.treas.gov|(no subject)|Todo o pessoal da administracao realocado para 1111 18º andar e contabilizados. Eu estou aqui e espero por instrucoes. Shawn

Twinkle and Turq[uoise] (turquesa) = codinomes para as filhas de bush
Angel= Air Force One, aviao do presidente americano
usss.treas.gov = Servico Secreto Americano

2001-09-11 16:40:35 Skytel [0001450] C ALPHA TODOS POR FAVOR, EVACUEM A ÁREA DO W.T.C PERTO DO EDIFÍCIO 7. POSSIBILIDADE DE COLAPSO

Esta mensagem foi 45 minutos antes do colapso do edifício 7!!!!

2001-09-11 09:50:03 Arch [1020272] A ALPHA foi reportado que um helicóptero militar americano circulou o edifício e entrao caio dentro ou perto do Pentágono. Nao está claro se foi a Casa Branca ou o Pentágono - eles estao sendo evacuados

2001-09-11 10:04:09 Metrocall [1261437] D ALPHA Outra bomba/explosao embaixo do world trade center

2001-09-11 09:52:02 Metrocall {1175659} 1 2400 Frm: MSN Txt: Kavitha Sunand Nair: bomba foi desarmada no heliporto do pentágono. Casa Branca e pentágono estão sendo esvaziados agora...
2001-09-11 12:25:54 Skytel [004398276] B ALPHA (SG4019306V08)1 - High|STARGATE|4019306|MTDSKC (24x7)||||||Sep 11 17:44
2001-09-11 12:25:54 Skytel [007101380] B ALPHA (SG4019306V08)1 - High|STARGATE|4019306|MTDSKC (24x7)||||||Sep 11 17:44


2001-09-11 10:35:34 Arch [0942235] C ALPHA From T. Murray: Existe um carro bomba no capitólio dos EUA em Washington. Teena
2001-09-11 10:35:37 Skytel [005090481] A ALPHA Teri_Flacke@Mastercard.com||From:Teri Flacke Existe apenas um carro-bomba em frente do departamento de estado.
2001-09-11 10:35:50 Skytel [005209637] B ALPHA Minniemouse1010@aol.com|POR FAVOR REZE|Eu espero que todos estejam cientes de que os EUA foram bombardeados. o WCT foi bombardeado, as Torres Sears, o Pentágono e agora acabaram de sequestrar outro aviao. Por favor reze
2001-09-11 10:35:57 Arch [0983329] A ALPHA "Mike McDougle."|Relatos de um carro-bomba explodindo em frente ao departamento de estado em washington-dc
2001-09-11 10:36:04 Arch [0986096] A ALPHA Aviao caiu contra o edifício do lado sul do pentágono carro bomba no departamento de estado, todos os aeroportos fechados, outro aviao sequestrado se dirigindo para washington

001-09-11 09:46:48 Arch [1399051] C ALPHA Senhor, Pentagono acabou de ser atingido pelo que parece ser uma grande bomba nas vizinhancas do Heliporto. A base passou para o nível de ameaca (threatcon ) "C" o qual essencialmente fecha os portoes da base. Tentando conseguir mais informacoes.
[] 2001-09-11 10:00:19 Arch [1399051] C ALPHA Almirante, me liga quando puder. Nós estamos passando para TREATCON C. vr Nigel
[] 2001-09-11 12:20:37 Arch [1399051] C ALPHA Almirante, Sua mae ligou. vr Nigel []

2001-09-11 09:49:16 Skytel [004694769] A ALPHA Joanna.Kennefick@ago.state.ma.us|| TODAS as tropas favor fiquem de prontidao para combate. Capt. Delaney

messages20010911-102020010911-1024.txt:2001-09-11 10:21:33 Skytel [003914132] B ALPHA Kristina.Miles@fema.gov||monumento de washington foi atingido. -kristina

2001-09-11 10:05:09 Metrocall [1080269] D ALPHA TERCEIRO AVIAO ACABOU DE ATINGIR O WTC, ELE ACABOU DE CAIR

2001-09-11 16:49:44 Skytel [005206261] B ALPHA vze2j729@verizon.net|Classified Material|Ray, eu entreguei o material sigiloso para o sargento Fisher. Missao cumprida.

2001-09-11 08:42:46 Skytel [0001026] A ALPHA NEWS BY AP: * Iraque diz ter abatido aviao espiao americano e oficiais americanos confirmam que aviao nao pilotado está desaparecido.

2001-09-11 10:24:37 Skytel [007102004] B ALPHA * PLANO DE DISASTRE ATIVADO * PREPARANDO PARA MASSIVAS CASUALIDADES Telefones celulares e fixos

2001-09-11 16:44:39 Skytel [004406474] C ALPHA PARE! CONNIE RICE CANCELOU A MISSAO. a CIA FOI NOTIFICADA. O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL (74

Várias mensagens suspeitas horas antes dos ataques:

2001-09-11 06:27:40 Skytel [003928287] D ALPHA TOM. AQUI E O RAY, MEU VOO DA CONTINENTAL FOI CANCELADO MANHATAM PARA EWR. PRÓXIMO VOO É AS 9:40 AM, CHEGANDO AS 11 AM

2001-09-11 06:56:47 Arch [0912340] B ALPHA Possível atentado a bomba, ND, 700 W. 40TH Homem ligou dizendo que existe uma bomba no edifício, programada para ser detonada as 0815. 7811 notificado.

2001-09-11 08:46:27 Arch [0965555] A ALPHA truggier|estou com problemas em localizar a camera, voce pode parar?


Humor:

2001-09-11 09:30:54 Skytel [004678448] A ALPHA O WORLD TRADE CENTER FOI ATINGIDO POR DOIS AVIOES. LIGUE A TV SE VOCE PUDER PS... OS MÓVEIS CHEGARAM E PARECEM ÓTIMOS. IRIS

2001-09-11 10:55:06 Arch [1146801] A ALPHA Eu estou calculando quanto
2001-09-11 10:55:08 Arch [1146801] A ALPHA dinheiro eu vou receber quando ganhar o seu seguro de vida porque... se voce nao estiver morto, eu vou te matar!!!
2001-09-11 11:13:17 Arch [1146801] A ALPHA Por favor, me ligue, eu estou em panico!!! Eu estou comecando a fazer os preparativos para o seu funeral.. 508-548-7302 []
2001-09-11 11:32:56 Arch [1146801] A ALPHA Se eu nao receber notícias suas pelo meio dia, eu vou pegar a Laura no colégio e vou dizer para ela que o pai dela esta morto

2001-09-11 06:31:26 Metrocall [1162127] D ALPHA From: 4044766632@airmessage.net Subj: Message from a two-way device Bom dia homem sexy!! Estou com minha calcinha zebrinha!!! Me sentindo meio "animalistica"!!!

2001-09-11 08:45:05 Metrocall [0526329] C ALPHA VOCE SABE O QUE ACONTECE QUANDO VOCE USA AQUELA CALCINHA BRANCA..... EU RECEBO UM AUMENTO DE PRESSAO [BECT1]

2001-09-11 08:48:24 Arch [1072988] D ALPHA Sanchez Maggie M|eU TE AMO, TENHA UM ÓTIMO DIA... IUPIII eu tenho que assitir a mulheres urinarem

2001-09-11 08:25:14 Arch [1407332] B ALPHA ei homo- me dá uma ligada mais tarde hoje, voce quer ir comprar bicicleta hoje? PS quer ir guiando?

2001-09-11 09:06:14 Arch [0911374] D ALPHA ums egundo aviao atingiu a outra torre!!! Alguma coisa parece nao estar certa!!!!

2001-09-11 09:31:35 Skytel [005129647] D ALPHA basicamente, eu tive uma dor muito profunda no meu estomago hoje e eu tive a premonicao de que algo iria cair do do ceu ou um tijolo iria cair de um edifício.




2001-09-11 18:53:37 Skytel [003856954] C ALPHA eu vou ter que me satisfazer sozinho(a) hoje a noite NOVAMENTE... sem chances ainda?
2001-09-11 19:17:37 Skytel [003856954] C ALPHA eu tive todo este prazer eu quero usar voce agora... voce nao quer que eu monte em voce... eu posso sentir seu grande bem dentro de mim
2001-09-11 19:55:37 Skytel [003856954] C ALPHA ok..nao vai ligar??..eu estou saindo por volta das 1730-1745..800 942 4433..gostaria de receber notícias suas...nao vamos brincar hoje a noite??..outra oportunidade perfeita
2001-09-11 20:31:37 Skytel [003856954] C ALPHA ok estous aindo agora, se voce mudar de ideia voce pode ligar.... se diverta fazendo o que quer que voce esteja fazendo, e se cuide :*
2001-09-11 20:33:37 Skytel [003856954] C ALPHA aposto que voce está parencendo muito quente hoje hein???


Fontes:

911 Wikileaks

17/11/2009

Contas da Igreja Universal movimentaram R$ 1,4 bilhão!



















Por Folha Online

Hoje na Folha O pedido de cooperação internacional feito pelo Ministério Público de São Paulo ao governo dos EUA para investigar as contas relacionadas ao bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal, tem como alvo a movimentação financeira de seis empresas "offshores" ligadas a cinco doleiros brasileiros que movimentaram, somente nos EUA, ao menos US$ 862 milhões, ou R$ 1,47 bilhão, ao câmbio de ontem, informa reportagem de Rubens Valente e Mario Cesar Carvalho, publicada nesta terça-feira pela Folha (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL).

O valor foi obtido a partir dos arquivos da CPI do Banestado e de decisão tomada em 2005 pelo juiz federal do Paraná Sergio Moro, que acolheu denúncia contra operadores da casa de câmbio Diskline.

Segundo a reportagem, a agência, que tinha sede em São Paulo e filial carioca mas hoje está desativada, é investigada por suposto envio, fora do canal do Banco Central, de US$ 1,8 milhão para uma conta da Universal nos EUA, como a Folha revelou em setembro.

A devassa pedida pelos promotores atinge toda a movimentação das seis "offshores", sediadas em paraísos fiscais, mas nem todo o dinheiro está relacionado à Universal. Há indícios de que se tratavam de "contas-ônibus", que abrigam recursos de diferentes empresas e pessoas brasileiras.

Outro lado

O advogado da Igreja Universal, Antônio Sérgio de Moraes Pitombo, afirma que seu cliente nunca fez remessas ilegais de dinheiro para o exterior.

Segundo o criminalista, o Ministério Público do Estado de São Paulo está usando fatos antigos, já investigados pela Polícia Federal e arquivados por falta de provas.


.

16/11/2009

Alguém Já Leu o Acordo do Tratado de Copenhague?



















Janet Albreschtsen
The Wall Street Journal

Nós esperamos apenas que os líderes mundiais vão fazer nada além de desfrutar de um agradável passeio de bicicleta ao longo das charmosas ruas de Copenhague em Dezembro. Pois se eles realmente conseguirem concluir um acordo com base no texto atual do tratado de Copenhague sobre mudanças climáticas, o mundo estará sujeito a algumas surpresas desagradáveis. Esboço de texto, você diz? Se você ainda não ouviu falar sobre isso, é porque nenhum dos nossos eloquentes líderes políticos têm se incomodado a nos dizer o que os autores deste esboço criaram para que seja considerado pelos líderes mundiais. E da mesma forma os meios de comunicação também não divulgaram.

Surge então Lord Christopher Monckton. O ex-conselheiro de Margaret Thatcher fez uma palestra na Universidade Bethel, em St. Paul, Minnesota, no início deste mês que causou enorme alvoroço. Pela primeira vez, o público ouviu falar sobre as 181 páginas, datadas de 15 de setembro, que compõem a Convenção sobre o Framework das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, um rascunho do que pode ser assinado em dezembro.

Até agora, o vídeo de sua palestra teve mais de um milhão de acessos no YouTube. E ele merece mais milhões de acessos, porque Lord Monckton adverte que o objetivo do projeto do tratado de Copenhague é a criação de um governo "transnacional", em uma escala que o mundo nunca viu. (Veja o vídeo mais abaixo)

O "esquema para o novo arranjo institucional no âmbito da Convenção", que começa na página 18 contém a provisão de um "governo". O objetivo é dar a um organismo ainda sem nome da ONU o poder de intervir diretamente nos assuntos financeiros, económicos, fiscais e ambientais de todas as nações que assinarem o tratado de Copenhague.

A razão para esta tomada de poder é bastante clara: Complicadas cláusulas após cláusulas do projeto obriga os países desenvolvidos a pagar uma "dívida de adaptação" aos países em desenvolvimento para supostamente apoiar a mitigação das alterações climáticas. A cláusula 33 na página 39 diz que "até 2020 a escala dos fluxos financeiros para apoiar a adaptação dos países em desenvolvimento deve ser pelo menos de 67 bilhões de dólares ou na faixa de 70 a 140 bilhões de dólares por ano."

E como é que os países desenvolvidos providenciarão este fluxo financeiro para o mundo em desenvolvimento? O texto do projeto define várias alternativas, incluindo a opção sete, na página 135, que prevê "a taxa global de 2 por cento nas transações monetárias do mercado financeiro internacional dos países do Anexo I". O países do Anexo 1 são os países industrializados, que incluem entre outros os Estados Unidos, Austrália, Grã-Bretanha e Canadá.

Para ter certeza, os países que assinam tratados internacionais sempre cedem poderes a um órgão da ONU responsável pela execução das obrigações do tratado. Mas a diferença é que este tratado parece ter sido sujeito a tentativas incomuns para ocultar seu complicado conteúdo. E, além da dificuldade de tentar decifrar o palavreado da ONU, há uma abundância de cláusulas descritas como "alternativas" e "opcionais" que deve aumentar ainda mais a ira dos países livres e democráticos preocupados em preservar sua soberania.

Lord Monckton mesmo só tomou conhecimento dos poderes extraordinários a serem investidos neste governo mundial quando um amigo seu encontrou um obscuro site da ONU e pesquisou através de várias camadas de hiperlinks, antes de descobrir um documento que não é nem chamado de "esboço de tratado." Ao contrário, é rotulado de "nota do Secretariado"

Entrevistado pelo repórter de rádio Alan Jones em Sydney nesta segunda-feira, Lord Monckton disse que "esta é a primeira vez que eu vi qualquer tratado transnacional referindo-se a um novo órgão a ser criado no âmbito do tratado como um "governo". Mas são competências que serão dadas a este governo totalmente desprovido de eleições é que são tão assustadoras." Ele acrescentou: "A ambição absoluta deste novo governo mundial é enorme desde o início, mesmo antes de começar a dar poderes para si próprio como estas entidades normalmente o fazem".

Os críticos têm admoestado Senhor Monckton por sua linguagem colorida. Ele certamente tem sido vigoroso. Em sua exposição sobre o esboço do tratado de Copenhague, em St. Paul, ele advertiu os americanos de que "nas próximas semanas, a menos que vocês impeçam isso, seu presidente vai assinar sua liberdade, sua democracia e sua prosperidade para sempre." No entanto, os seus críticos não conseguem lidar com a substância do que ele diz.

Pergunte a si mesmo esta pergunta: Tendo em conta que nossos líderes políticos gastam centenas de horas conversando sobre a mudança climática e a necessidade de um consenso global em Copenhague, por que nenhum deles falou abertamente sobre os detalhes deste tratado sobre mudanças climáticas? Afinal, os signatários do tratado final estarao vinculados a ele por anos. O que exatamente eles estão escondendo? Graças ao Lord Monckton agora sabemos alguma coisa de seus planos.

Janos Pasztor, diretor do Secretário-Geral da Equipe de Apoio sobre Mudanças Climáticas, disse aos repórteres em Nova York nesta segunda-feira que com o Congresso dos EUA ainda para votar um projeto de lei sobre mudanças do clima, um tratado global sobre mudanças climáticas é agora um resultado improvável em Copenhague. Vamos esperar que ele esteja correto. E obrigado América.

vejam 4 minutos de video sobre o tratado!

A igreja cristã se perdeu !



















Por Hermes C. Fernandes


A igreja cristã se perdeu em meio a tantas estratégias e ‘moveres’. Um dos fatos que denunciam isso é a freqüente confusão entre testemunho e ostentação.

Os fiéis se inspiram em seus pastores que exibem suas aquisições materiais como um sinal da aprovação divina de seus ministérios. Ninguém ousa questionar. Se o pastor comprou um avião, é porque ele vive o que prega. Ora, se prega prosperidade, como poderia viver em dificuldade?

Esta é lógica perversa que acompanha tais movimentos.

Se um pastor fica doente, ninguém pode ficar sabendo. É segredo de estado. Porque se for ventilado entre os fiéis, sua fé será questionada, e seu ministério desacreditado. Haverá até quem suspeite de que ele esteja em pecado.

Se passar por um problema familiar, o caso é logo abafado. Se ele troca a esposa por uma mais jovem, isso pode indicar o cumprimento da promessa de Deus de que a glória da segunda casa será maior do que da primeira. O jargão “de glória em glória” é usado para justificar qualquer coisa. Trocou o carro por um mais novo. Trocou de esposa. Deixou a comunidade e foi morar numa cobertura de frente pra praia, e por aí vai. E ele conta de púlpito, sem o menor recato, como se fosse um testemunho.

Não sei como ainda não tiveram a idéia de lançarem uma CARAS GOSPEL (espero não estar dando idéia...rs). Líderes disputariam a tapa um espaço na revista para exibir seu luxo. E o que não faltaria é quem comprasse só pra xeretar e buscar inspiração.

Em vez de se inspirarem na vida de Cristo e de Seus apóstolos, os líderes atuais se inspiram nos executivos de empresas de marketing de rede, como Amway e Herbalife, onde a cada encontro, ouve-se testemunhos daqueles que se empenharam na divulgação dos seus produtos e na expansão de sua rede, e hoje exibem suas aquisições materiais como troféus e comprovação da veracidade da proposta da empresa.

- Estão vendo aqui o meu terno Armani? Jesus quem deu! Nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu tão bem. E Deus não tem filho predileto. Se deu pra mim, pode dar pra você. É só fazer a campanha certinho, dar o seu tudo, e depois será você que vai subir a este altar para testemunhar.

E o pior é que dá certo! Ninguém questiona de onde veio o dinheiro usado para comprar aqueles mimos exibidos pelo pastor. As pessoas ficam cegas por suas próprias cobiças.

O pastor deixa de ser mentor espiritual, para ser guru, coach, ou pelo menos, um exemplo de sucesso.

Aquele pastor que opta pela discrição, ou mesmo por uma vida mais recatada, logo é taxado de fracassado, medíocre, sem visão.

Quando reflito sobre isso, lembro de dois reis com posturas completamente diferentes.

O primeiro é Salomão, que ao ser visitado pela Rainha de Sabá, deixou-a boquiaberta, não pela suntuosidade do seu palácio, nem pelas jóias que usava, mas pela sabedoria de suas palavras, a excelência do serviço prestado por seus servos e a qualidade do culto oferecido a Deus. O texto diz que ela ficou como fora de si (2 Cr.9:1-4). A postura de Salomão e de seus servos era o seu cartão de visitas. Seu testemunho já alcançava os lugares mais longínquos da Terra, atraindo gente de todas as nações.

O segundo rei que vem à mente é Ezequias. Depois de ter sido curado por Deus, Ezequias recebeu a visita de uma comitiva da Babilônia. Amostrado que só ele, resolveu tirar uma onda com os mensageiros babilônios, e assim, mandar um recadinho para o seu rei.

- Vejam toda a casa do meu tesouro. Quanta prata, ouro, especiarias, ungüentos. Aproveitem para ver minha casa de armas. É tudo meu! O Senhor me deu! Relatem ao seu rei a grandiosidade do meu reino.

Assim que a comitiva se foi, Isaías, o profeta, veio a Ezequias e lhe perguntou: “Que disseram aqueles homens, e donde vieram a ti? Respondeu Ezequias: De um país muito distante vieram, de Babilônia. Perguntou o profeta: Que viram em tua casa? Respondeu Ezequias: Tudo o que há em minha casa viram. Coisa nenhuma há nos meus tesouros que eu não lhes mostrasse” (2 Reis 20:14-15).

Aquilo foi testemunho ou ostentação? Precisa responder?

Por causa de sua ostentação, Deus lhe mandou dizer que aqueles mesmos babilônios viriam no futuro, e tomariam todas aquelas riquezas, e ainda levariam seus descendentes para o cativeiro.

Isso é que dá ostentar. Deus não tem compromisso com a nossa vaidade.

Já participei de convenções de igrejas que eram verdadeiras feiras de vaidade. Alguns convencionais faziam questão de ficar nos melhores hotéis, pagar motoristas particulares, comer nos mais requintados restaurantes. E quando conversavam entre si, o assunto sempre girava em torno de números. Quantos membros, quantas congregações, quanto isso, quanto aquilo, etc. Ninguém queria ficar por baixo. Se o culto tivesse cem pessoas, dizia-se que tinha quinhentas. Se batizou dez, contava que havia batizado cinqüenta. Era o tal de comer sardinha e arrotar caviar.

Não estou dizendo que tais coisas sejam erradas por si mesmas. O problema está no espírito por trás de toda esta ostentação.

Se quisermos resgatar a credibilidade da igreja cristã, teremos que repensar nossos parâmetros, e trocar a ostentação pelo verdadeiro testemunho. As pessoas se sentirão atraídas, como aconteceu com a rainha de Sabá, que viajou milhares de quilômetros, só para conferir a sabedoria que Deus dera a Salomão.

A bem da verdade, a ostentação também atrai, só que outro tipo de público. Não os que querem ouvir a Palavra, mas os que querem se dar bem. Os mensageiros da Babilônia sempre voltam, porém com o intuito de saquear, de se apossar dos bens alheios, e depois, terem também o que contar. Com isso, a roda continua a girar, garantindo a manutenção de tais 'moveres'.

Clima: A possibilidade é real e terrível!




















Por timesonline


Seis meses é tudo que teve de virar o clima da Europa do ensolarado e quente para a última idade do gelo, os pesquisadores têm encontrado.
Eles descobriram que o hemisfério norte foi mergulhado numa grande congelamento 12.800 anos atrás por uma desaceleração brusca da corrente do Golfo que permitiu que o gelo para espalhar centenas de milhas ao sul do Ártico.
Pesquisas anteriores haviam sugerido que a alteração pode ter ocorrido durante um longo período - talvez cerca de 10 anos.
...................
Imaginem um processo rápido de Glaciação, e isso foi real.
Parece que Hollywood recebe as notícias antes da humanidade, e as transforma, para que pareçam ficção.
.
http://www.timesonline.co.uk/tol/news/science/earth-environment/article6917215.ece

13/11/2009

Nasa diz ter localizado evidências de quantidade 'importante' de água na Lua


















Fonte:Globo.com


Agência espacial divulgou hoje resultados de experiência com sonda.
LCROSS promoveu choque duplo em cratera no polo sul lunar.


A concentração e distribuição de água e de outras substâncias requerem mais análise, mas podemos dizer com segurança que a Cratera Cabeus contém água"


A Nasa, a agência espacial americana, anunciou nesta sexta-feira (13) que localizou uma "importante" quantidade de água congelada na Cratera Cabeus, no polo sul da Lua. O dado foi obtido graças ao choque duplo promovido pela sonda LCROSS (sigla em inglês para Satélite de Sensoriamento e Observação de Crateras Lunares) em 9 de outubro.



"A descoberta abre um nova capítulo em nossa compreensão da Lua", afirmou a Nasa em um comunicado.



A colisão, há pouco mais de um mês, levantou uma coluna de material do fundo de uma cratera que não recebe a luz do Sol por bilhões de anos. Os dados preliminares obtidos da análise desses materiais "indicam que a missão descobriu, com sucesso, água", afirmou a Nasa.



"Estamos muito entusiasmados", declarou Anthony Colaprete, cientista da equipe do projeto LCROSS no Centro Ames de Pesquisa da Nasa, em Moffett Field (Califórnia). "Muitas linhas de testes mostram que havia água presente tanto no vapor que se elevou em ângulo alto, como nos escombros projetados em ângulo mais baixo por causa do impacto da Centauro", acrescentou.
Busca de água na Lua tenta viabilizar bases permanentes de pesquisa e exploração lunar

"A concentração e distribuição de água e de outras substâncias requerem mais análise, mas podemos dizer com segurança que (a Cratera) Cabeus contém água", afirmou Colaprete.



Cabeus é uma cratera com alta concentração de hidrogênio. Foi escolhida porque tem o fundo relativamente plano e não tem rochas em seu interior que pudessem impedir o choque diretamente no fundo da cratera. A busca de água na Lua tenta viabilizar bases permanentes de pesquisa e exploração lunar.



Com informações da Agencia EFE e da France Presse

10/11/2009

Hedonismo Liberal x Jesus!

















Por:Heuring Felix Motta


O hedonismo (do grego hēdonē que significa prazer) é uma teoria ou doutrina filosófico-moral que afirma ser o prazer o supremo bem da vida humana.Essa é uma forma de se ver olisticamente o comportamento de uma raça ,povo,sociedade!

Surgiu na Grécia, na época pós-socrática, e um dos maiores defensores da doutrina foi Aristipo de Cirene. O hedonismo moderno procura fundamentar-se numa concepção mais ampla de prazer entendida como felicidade para o maior número de pessoas,pergunto encontrá-se hedonistas em igrejas evangélicas?no meio protestante? católicos? sim é a resposta, o que se entende por religião,seitas,movimentos misticos,tudo está ligando a uma mensagem de prazer pleno e satisfação ao contrário do que o verdadeiro sentido da mensagem do Cristo vivo foi defendida,pelo o proprio,que no mundo você não terá felicidade plena,você vai sofrer,terá solidão,perseguição,ficará triste, sendo raros os momentos de felicidade!


Uma explicação

É a tendência moral que defende a maximização do prazer e a minimização do sofrimento na existência humana, de fato igrejas e seus lideres são pregadores desse tipo de satisfação,e prometem uma satisfação plena,sem dor,sem sofrimento,isto é andar na contra-mão do evangelho ,isso não tem nada haver com a verdade de Jesus,hedonismo cristão pagão, que perverte o reino da graça!

A teoria socrática do bom e do útil, da prudência, etc, quando entendida pela índole voluptuosa de Aristipo, leva ao hedonismo, onde toda a bem-aventurança humana se resolve no prazer, nas igrejas pregam essa satisfação no poder,no dinheiro e no sucesso,prazer você terá dessa forma,isso é hedonismo cristão pagão,volto a dizer herança dos gregos nos seios da igreja,crescimento e satisfação diz respeito a números,prazer cristão hedonista.

A idéia básica que está por trás do hedonismo é que todas as ações podem ser medidas em relação ao prazer e a dor que produzem.

Podemos dizer também, numa linguagem mais simples, que o hedonismo é a arte de ser, não a de ter, no mundo cristão vc tem que ''$er'' e ''Ter''$$$$$$$$,''ver'' que não muda muita coisa,simplesmente o cristianismo maquiou,colocou paradigmas,um punhado de teologia barata e filosofia de fé e está tudo legal!




O hendonismo antigo dos gregos:

A arte de ser é a sabedoria ascética do despojamento: não se cobrir de honras, de dinheiro, de riquezas, de poder, de glória e outros falsos valores ou virtudes, mas preferir a liberdade, a autonomia, a independência. A escultura de si é arte dessa técnica de construção do ser como uma singularidade livre.O hedonismo não é a mesma coisa que o consumismo, é exatamente o oposto. É o antídoto.

O consumismo é o hedonismo liberal e capitalista que afirma ser a felicidade a posse de bens materiais hendonismo liberal, cristão pagão,recheado do mesticismo áfro superticioso .



De Epicuro a Bentham , uma nova direção que foi deturpada no presente!

Perspectiva antiqüíssima a que Epicuro dá nova formulação, quando admite os prazeres morais e não identifica a felicidade com o prazer imediato. Esta senda vai ser retomada pelo utilitarismo de Bentham, para quem há uma graduação da moral. A tese está intimamente ligada ao contratualismo (the greatest happiness to the greatest number is the foundation of morals and legislation), à idéia de que é possível a realização do máximo de utilidade com o mínimo de restrições pessoais, numa perspectiva que reduz o direito a uma simples moral do útil coletivo,isso levou algums espertalhões do cristianismo a fazer uma adaptação muito peculiar e bem caracterizada,como ações em busca de aumento patrimonial e financeiro para um bem comum,coletivo,na realidade as ações são justificadas muitas vezes por crendices e esquizitices da propria imaginação que é utilitaria e ''bénefica'' para o chamado ''povo'' de Deus .

Libertando-se deste critério quantitativo da aritmética dos prazeres, Stuart Mill assume o critério da qualidade e formula a lei do interesse pessoal ou princípio hedonístico: cada indivíduo procura o bem e a riqueza e evita o mal e a miséria, isso é familiar não é leitor?rs. Desta forma, a moral do interesse individual de Bentham aproxima-se de uma moral altruísta ou social.

É importante notar que o hedonismo cirenaico diferencia-se do hedonismo epicurista, sobretudo no que diz respeito à avaliação moral do prazer. Enquanto a escola cirenaica preceitua que o prazer é sempre um bem em si e melhor quanto mais tempo durar e quanto mais intenso for, a filosofia epicurista determina que o prazer, para ser um bem, precisa de moderação, precisa de Phronēsis (grego: φρόνησις).

somos um pouco disso tudo nos dias de hoje,perdemos a identidade do que realmente deveriamos ser!

pela graça,somente por ela!

07/11/2009

UMA RESPOSTA À CARTA CONVOCATÓRIA DO PASTOR ELI FERNANDES... Acerca dos Mulçumanos!...


          




Recebi o texto que segue, escrito pelo pastor Eli Fernandes, meu amigo de muitos anos. Li com atenção o que ele escreveu, e, com todo carinho, gostaria de emitir minha opinião ao final do texto dele.

Caio

____________________________________


Pr. Eli Fernandes de Oliveira



Estive, dias atrás, na Turquia, acompanhado do Pr Walmir Vargas, Ministro de Educação Cristã da LIBER. Em Istambul, unimo-nos a uma caravana de 45 membros da Igreja Palavra Viva, liderada por seu pastor e meu querido amigo, Lamartine Posella, conhecido líder evangélico no Brasil. Visitamos as cidades das sete igrejas do Apocalipse, depois do que voltamos para o Brasil em vôo da Turkiesh Airlines, Istambul/São Paulo, com escala em Dakar, capital do Senegal. Assentou-se ao meu lado um jovem universitário senegalês, muçulmano, El Hadí, com 26 anos, muito educado. Orei ao Senhor e, percebendo que ele falava também inglês, abordei-o acerca de Jesus. El Hadí ouviu-me atentamente, também formulou algumas perguntas interessantes, e até aceitou orar comigo, erguendo suas mãos como eu, repetindo as palavras à medida em que eu orava. Pedi que Jesus Cristo entrasse no seu coração e o ajudasse em sua compreensão espiritual.

Qual não foi minha surpresa quando um homem barbudo, de sorriso estranho, maldoso, com veste e turbante brancos, veio à nossa poltrona, dizendo que ouvira nossa conversa. Dirigindo-se ao jovem senegalês, perguntou-lhe: "Por que você, muçulmano, está ouvindo as palavras desse cristão que o quer converter? Você é quem deveria lhe falar de Maomé". Aquele lugar foi tomado de uma forte opressão. A cada palavra que eu ministrava sobre Jesus, o único Senhor e Salvador, aquele homem desprezava-O, ressaltando o nome de Maomé, sempre em tom arrogante e agressivo. Quando lhe perguntei se desceria no Senegal, disse-me que estava indo para São Paulo. Mostrou-me umas anotações, nas quais estava escrito: Santo Amaro, de 9 a 11. Ainda falou-me o que aconteceria no bairro de Santo Amaro: um encontro de líderes muçulmanos, para planejar a conversão da América do Sul para o islamismo. "O Brasil será de Maomé em breve, a Europa também logo será muçulmana". "O cristianismo está para se acabar e o mundo será islâmico". E repetiu: "Maomé é o Profeta de Deus! Noé, Abraão, Moisés e Jesus foram profetas, mas Maomé é o maior, o último e o mais importante".

Enquanto o enfrentava, os evangélicos no avião davam-me cobertura espiritual, percebendo a luta e orando com fervor. Deus concedeu-me, por seu poder, a firmeza e a autoridade espiritual para encarar aquele homem desdenhador de Jesus Cristo. Após reafirmar-lhe que, um dia, diante de Jesus. “Todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus é o Senhor, para a Glória de Deus Pai" e de assegurar que Jesus "é o único caminho, verdade e vida, e que ninguém vai ao Pai, senão por Ele", encerrei aquela tensa conversa, ordenando-lhe que se afastasse. Aquele homem retirou-se, diante da autoridade com que Deus me investira para o enfrentamento firme, e por minha inabalável convicção acerca de Jesus.

Em conversa com meu amigo e colega Lamartine, e em espírito de oração, resolvemos que, ao chegar a São Paulo, quando fôssemos retirar nossas bagagens, abordaríamos aquele líder muçulmano, declarando-lhe que o Brasil é de Jesus Cristo! E que Deus fecharia as portas para a ação evangelizadora muçulmana em nosso país.

Ontem, dia 06, tive a oportunidade de pregar na PIB de São Paulo, pela manhã, na reunião dos pastores das igrejas batistas do centro, na qual também estavam presentes 4 obreiros da Missão junto aos árabes. Ali tomei conhecimento da magnitude desse encontro Islâmico com a presença significativa de líderes de diversos países. O quadro ficou completo: Entendi que Deus nos permitiu o enfrentamento do líder muçulmano, fanático, naquele vôo, a fim de que nós cristãos obtivéssemos, dele mesmo, as informações do que planejam: discutir estratégias de forma a, segundo ele, converter o Brasil e o mundo à fé islâmica. Não fosse assim, dificilmente saberíamos tanto, com tanta antecipação.

Mas, agora, o que fazer? O que Deus quer de nós? Sei que não é oportuno o simples uso de chavões inconseqüentes, corriqueiros. Volto às circunstâncias em que se deu aquele episódio: A ira do kwaitiano ao me ouvir evangelizando um muçulmano senegalês durante o vôo de regresso ao Brasil. A Bíblia dá-nos conta de que os crentes daquelas sete igrejas da Ásia Menor, de onde estávamos vindo, se descuidaram, um dia, do padrão do Senhor, não deram ouvido às advertências a elas dirigidas pelo Cristo ressurreto, e foram derrotados, banidas totalmente! E hoje, 99% dos moradores daquele país, a Turquia, são muçulmanos! Deu para entender? Lá fomos derrotados mesmo!

À vista destes acontecimentos, quero conclamá-los a que nos unamos, neste momento, em fervorosas orações. Apelo-lhes a que reconheçam as razões pelas quais o cristianismo foi derrotado nas 7 igrejas. Arrependamo-nos e voltemos a uma vida de santidade e de compromisso única e absolutamente com Jesus, com as Escrituras e com Sua Igreja, para que a derrota não se repita mais! O recado do Apocalipse continua sendo o mesmo para nós, hoje: "Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas"!

Ora, fomos derrotados quando perdemos o primeiro amor (Ap 2.4); quando não fomos fieis até a morte (Ap 2.10); quando permitimos heresias em nosso meio (Ap 2.14,15); quando deixamos de ser como Jesus (Ap.2.20); quando matamos nossa vida espiritual (Ap. 3.1); quando não retivemos as bênçãos recebidas (Ap. 3.11); quando nos permitimos permanecer sob o jugo de dois senhores (Ap.3.15,16).

O jovem senegalês desceu em Dakar, deixando-me seus contatos e pedindo que eu não me esquecesse dele, inclusive convidando-me a visitar o Senegal, hospedando-me em sua casa.

O fanático e agressivo Kuaitiano está agora aqui em São Paulo, ultimando os preparativos para a sua ofensiva religiosa, juntamente com outros líderes, para converter o Brasil e a América do Sul a Maomé.

Lá, na Turquia, terra do apóstolo Paulo e onde ele foi pastor em Éfeso por cerca de dois anos e meio, onde João também exerceu profícuo pastorado - é repetido constantemente pelos guias turísticos que quando João chegou em Filadélfia a cidade inteira se converteu - , onde também Policarpo foi pastor na Igreja de Esmirna, no segundo século. Sim, lá na Turquia mataram nossos profetas, homens de Deus, e nos expulsaram violentamente daquele País. Após a "tomada" de Constantinopla pelos turcos, o País inteiro se "converteu" sob imposição ao Islamismo, e os cristãos se retiraram cabisbaixos, derrotados. Será que vamos permitir que quadros semelhantes venham se repetir, e agora em nossa amada terra e Continente? Em nome de Jesus, outra vez NÃO! Para que sejamos vitoriosos contra estas investidas devemos pagar o preço, conforme está dito em II Crônicas 7.14:

"SE MEU POVO QUE SE CHAMA PELO MEU NOME ORAR, BUSCAR A MINHA FACE E SE CONVERTER DE SEUS MAUS CAMINHOS, ENTÃO EU OUVIREI DOS CÉUS, PERDOAREI OS SEUS PECADOS E SARAREI A SUA TERRA!"

Coloquemo-nos, pois, de joelhos, jejuemos, oremos a nosso Deus e Ele nos ouvirá, certamente. E o Brasil será de Jesus, até Sua volta! Esse é tempo de oração, de luta espiritual! Estejamos em oração nestes dias!

Ore e divulgue essa matéria àqueles que fazem parte de seus grupos de e-mails de intercessão. Vençamos através da, para a glória de Deus e para o feliz estabelecimento do Seu Reino que é de paz, perdão e vida eterna, na pessoa de Seu Filho Jesus Cristo, único e suficiente Salvador! Amem!

Pr. Eli Fernandes de Oliveira

IB da Liberdade - São Paulo

Presidente da CBESP

_______________________________________


Comentário:



Querido amigo Eli: Graça e Paz!



Li seu texto conclamatório com todo carinho. Acerca dele tenho alguns simples comentários a fazer, e espero que você não os tome de modo negativo.

O problema não é o Islamismo e nunca foi...

Você acha que Jesus ficaria preocupado com o Islamismo?...

Sim, o Jesus que disse que as portas do Inferno não prevalecerão contra a Igreja terá medo do Islã?...

Se nós fossemos gente como Paulo, João, Policarpo e outros [...] — não teríamos medo de invasões bárbaras ou islâmicas, pois, no espírito do que seja Igreja, não Cristianismo, quando mais invadidos formos, mas próximos ficam os que têm de ser alcançados.

Sua preocupação é religiosa, e tem a ver com o Cristianismo, que é uma Potestade Religiosa e Política semelhante ao Islã, por exemplo; porém, com o agravante de ser “executado” como missão de Jesus na Terra.

Quem é de Jesus e está cheio do Espírito Santo e do espírito do Evangelho, vê os planos islâmicos de invasão do Brasil, e diz “Oba! Eles mesmos estão vindo!...”.

Sim, pois entrar lá está cada vez mais difícil, a menos que se vá como gente/apenas, e não como “missionário”...

A melhor coisa que pode acontecer à verdadeira Igreja é ver a sua densidade geográfica invadida pelo opositor, pois, se não se pode ir onde eles estão [...], então, que se aprenda a servi-los em amor, como Jesus mandou, aqui mesmo; o que torna tudo muito mais fácil.

A questão é que a mentalidade do “Cristianismo” é a mentalidade mundana do poder, do controle e das definições geopolíticas de soberania religiosa...

Ora, para quem pensa e sente assim os tempos atuais devem ser desesperadores mesmo, posto que de fato o poder do “Cristianismo” no mundo esteja se esvaindo...

Todavia, para quem não desaprendeu a ver a vida com os olhos de Jesus, tal movimento não significa nada além de que os que hoje são os impenetráveis, sim, eles mesmos estão tentando nos penetrar... Sim, sendo isto mesmo, e sendo nós de fato gente do amor no Evangelho, tomados de intrépida mansidão, cheios do Espírito Santo e de bondade [...] — então, sinceramente, o que vejo é que o Espírito de Deus está trazendo os Impermeáveis para dentro de um ambiente que, tendo gente de Deus nele, torna o trabalho de alcançar tais pessoas algo infinitamente mais simples.

O problema é que quem é do “Cristianismo” sabe que vive o ocaso de uma Era... E, assim, esquecendo que não há promessas de Jesus para o “Cristianismo”, mas tão somente para o que seja Igreja segundo Ele mesmo, por tal esquecimento cai em depressão defensiva...

As orações devem acontecer, mas não pedindo que os mulçumanos não venham... [...]; mas ao contrário: pedindo que nós nos convertamos ao Evangelho da Graça de Deus, segundo Jesus, e apenas segundo Jesus, antes que Maomé chegue; pois, saiba: faz vinte anos que venho dizendo que quando os islâmicos chegassem aqui [...], e encontrassem o islamismo tácito que já existe, por exemplo, nas favelas do Rio; e mais: encontrando também o xiitismo que sub-jaz na religiosidade “evangélica” [...] — não se deveria ter dúvidas de que grande seria a deserção cristã e o caos...

Se a ênfase for a que o irmão propôs, os males serão os seguintes:

1. Estabelecer-se-á o mesmo espírito de defesa de geografias de poder que moveu as Cruzadas cristãs contra os Islâmicos; e que foi um fiasco absoluto, tanto na proposta quanto no resultado; e de cujos frutos de veneno o choque civilizatório entre “ocidentais cristãos” e “islâmicos” se alimenta até ao dia de hoje;

2. Estabelecer-se-á o espírito anti-Jesus de “territorialidade”, o qual não existe Nele e nem no Seu ensino, em lugar nenhum do Novo Testamento, mas que superabunda no “Cristianismo Constantiniano”;

3. Criar-se-á um espírito anti-Jesus de intolerância, quando o chamado de Jesus é para amar e acolher até o inimigo;

4. Transferir-se-á o problema de quem não somos [discípulos de Jesus é que não temos sido!...] para os islâmicos; quando, de fato, todo esse “medo e pânico” apenas decorrem da realidade que, lá no fundo, você e todos os evangélicos e cristãos ligados ao espírito territorial do Cristianismo, sabem que nós não temos verdade de vida, segundo Jesus e de acordo com o Evangelho, para lidarmos com tais invasões sem o medo da perda de poder;

5. Atiçar-se-á o ódio e não o amor; se instilará o medo e não a ousadia no amor; se criará a mentalidade defensiva da “igreja” e não se estimulará a coragem certeira e segura da Igreja, ante cuja realidade as portas do Inferno não prevalecerão jamais;

6. Desviar-se-á, portanto, o centro do problema para outro eixo [...], sem que se veja que o único problema é a nossa falta de conversão verdadeira ao Evangelho; posto que no Evangelho não haja o espírito de medo que existe em sua carta; mas o oposto disso: que é a alegria de saber que se os crentes nunca foram a Maomé, Maomé está vindo aos crentes... A menos que não haja crentes!... Ainda há?...

Se “as igrejas” se converterem ao Evangelho de Jesus e deixarem as palhaçadas diabólicas, então, tal “vinda islâmica” será apenas uma boa nova para eles... E para os verdadeiros discípulos de Jesus será apenas uma facilitação escatológica do mandamento da Evangelização do mundo.

Entretanto, para quem pensa com as categorias da religião e do Cristianismo, de fato tal vinda é ameaça e possibilidade de perda de poder.

A questão é: Você acha que Jesus está preocupado com a perda de poder do Cristianismo?... Sim, você que está vindo das Sete Igrejas do Apocalipse [...] não discerniu que o próprio Jesus profetiza o Apocalipse das Igrejas?...

Sinceramente, minha oração é pela conversão das “igrejas” no Brasil, pois, a Igreja de Deus no Brasil está preparada para qualquer coisa, mas as “igrejas” não dão conta nem de si mesmas...

Para quem vive das “igrejas” e para as “igrejas” [...] a decisão islâmica de tomar o Brasil é uma ameaça. Mas para quem está cheio do Evangelho e é Igreja de Deus, tal fato apenas facilita a missão; afinal, eles estão vindo até nós... Temos nós medo deles?...

Meu querido irmão Eli, eu teria muito a dizer sobre isto, mas creio ter deixado claro o que penso e sinto; e mais: que, para mim, tal vinda islâmica pode ser pura bondade de Deus por eles, a menos que nesta terra não haja sal nem luz de Jesus para eles... Há?...



Nele, que nos mandou ir a todo mundo, e que nunca teve medo que o mundo viesse até Ele; afinal, Ele morreu e ressuscitou por brasileiros evangélicos enganados tanto quanto por islâmicos sem luz,



Caio

7 de novembro de 2009

Lago Norte

Brasília

DF

05/11/2009

O fascínio de Deus pelo homem!














Por Heuring Felix Motta

João 3:16;Mat.4

Introdução: Um jovem foi a montanha do Himalaia e conseguiu escalar,chegou no topo,quando voltou foi entrevistado por um repórter que perguntou - ‘’você foi lá pra morrer? Ele respondeu da seguinte forma - fui La pra viver...’’


Homem e sua busca incessante para preencher seu vazio,dinheiro,carros,roupas,viagens,prazeres nos braços de muitas mulheres, aventuras que desafiam os limites da vida.Tudo isso é ânsia para satisfazer seu coração, somos assim,precisamos de algo mais,aquilo que nos inquieta e nos arrebata para fazer determinadas coisas que temporariamente nos alimenta para logo mais sentir novamente a mesma sensação!

O homem é o ser mais medroso, apavorante, frágil,cheio de dúvidas,o super homem existe somente na mente,que é frutificado como um terreno límpido pelo seu adversário,talvez seja isso que chame mais atenção de Deus,essa apavorante fragilidade que nos faz valer e ser únicos.

Deus amou tanto o homem ,que tomou sua fragilidade e lhe deu a Lei para guiá-los quando não sabiam andar,A lei foi a baba para que o homem não caísse,mas apoiasse no pai!

O projeto de Deus para resgatar o homem,foi justamente se tornar como ele: sentir suas dúvidas,medo,pessimismo,falta de esperança,vazio,solidão ,raiva e não somente experimento isso como também,alegria,esperança,paz,fé,amor,amizade e permanência na sua existência.Sim Deus se tornou humano como eu e você!

30/10/2009

Camada mais grossa de gelo do Ártico desapareceu, afirma especialista!

Conclusão é de David Barber, da Universidade de Manitoba, Canadá.
Seu navio quebra-gelo mapeou centenas de quilômetros de 'gelo podre'.




A cobertura de gelo plurianual do Oceano Ártico desapareceu, um acontecimento surpreendente que tornará mais fácil abrir rotas de navegação polar, afirmou um especialista na quinta-feira (29).

Vastos mantos impenetráveis de gelo plurianual, que podem atingir 80 metros de espessura, bloquearam por séculos o caminho de navios em busca de uma rota mais curta pela mítica Passagem Noroeste do Atlântico ao Pacífico. Eles também impossibilitavam a ideia de navegar pelo topo do mundo.


'Eu nunca vi nada igual a isso em meus 30 anos de trabalho no Ártico'

Mas David Barber, da cátedra de Pesquisa em Ciência do Sistema Ártico da Universidade de Manitoba, no Canadá, disse que o gelo estava derretendo a um ritmo extraordinariamente rápido.

"Estamos praticamente sem o gelo marinho plurianual no Hemisfério Norte", disse ele numa apresentação ao Parlamento. O pouco que restou está retido contra o arquipélago ártico do Canadá, distante das possíveis rotas de navegação.

Os cientistas associam as temperaturas mais elevadas do Ártico e o derretimento do gelo marinho às emissões de gases que provocam o efeito estufa, causado pelo aquecimento global.


Este ano dois navios de carga alemães cruzaram região sem ajuda de quebra-gelo





Barber acaba de voltar de uma expedição que procurava - e em boa medida não conseguiu encontrar - um banquisa gigante plurianual que deveria estar no Mar de Beaufort, na costa da cidade canadense de Tuktoyaktuk.

Em vez disso, seu navio quebra-gelo descobriu centenas de quilômetros do que chamou de "gelo podre" - camadas de 50 centímetros de espessura de gelo recente, cobrindo pequenos pedaços de gelo mais antigo.

"Eu nunca vi nada igual a isso em meus 30 anos de trabalho no alto Ártico... foi muito impressionante", disse ele.

"Do ponto de vista prático, se você quiser navegar pelo polo, se preocupa com o gelo marinho plurianual. Você não se preocupa com esse gelo podre que encontramos ao longo de 13 nós. É fácil navegar por eles."

Os cientistas se preocupam há décadas com o ritmo em que os mantos de gelo ártico estão recuando. Dados dos Estados Unidos indicam que a cobertura de gelo no Ártico em 2009 era a terceira menor da qual se tinha registro, depois de 2007 e 2008.

Um número crescente de especialistas acha que, até no máximo 2030, o Polo Norte não terá mais gelo durante os verões, pela primeira vez em um milhão de anos.

"Eu diria que, de uma perspectiva prática, nós temos um Ártico praticamente livre de gelo sazonalmente agora, porque o gelo marinho plurianual é a barreira ao uso e desenvolvimento do Ártico", afirmou Barber.

As empresas de navegação buscam se beneficiar das águas mais quentes. Este ano dois navios de carga alemães navegaram com sucesso da Coreia do Norte pela costa da Sibéria sem a ajuda de quebra-gelos.


Aquecimento 3 vezes mais veloz

O Ártico está esquentando três vezes mais rápido do que o restante da Terra, em parte por causa da reflectividade, ou o efeito do feedback albedo de gelo.

À medida que mais e mais gelo derrete, faixas maiores de água marinha escuras são expostas. Elas absorvem mais luz solar do que o gelo e provocam o aquecimento mais rápido da água, e, portanto, derretem mais gelo.

Barber afirmou que o gelo agora estava sendo derretido tanto pelos raios solares como pelas águas mais quentes abaixo.

"O Ártico é um indicador precoce do que podemos esperar numa escala global nas próximas décadas... Assim, devemos prestar atenção a isso com muito cuidado", disse Barber.

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL1359883-5603,00-CAMADA+MAIS+GROSSA+DE+GELO+DO+ARTICO+DESAPARECEU+AFIRMA+ESPECIALISTA.html

23/10/2009

Tendências para 2012,como o mundo vai chegar nesse ano!



























Fontes:
The Trends Journal: The History of the Future: Trends 2012



Outono de 2012, a “grande depressão” se espalhou por todo o mundo. Bilhões estão desempregados, sem-teto e desesperados. Países falidos, pactos quebrado comerciais, as tarifas subindo e fronteiras fechadas.

Protecionismo, nacionalismo e movimentos anti-globalização têm saído das margens e se tornando popular . Os imigrantes trazidos durante épocas de prosperidade - acusados de fazer diminuir os salários, roubando empregos e aumentando a criminalidade - estão sendo caçados e deportados.

Apesar das diferenças entre a Grande Depressão de 1930 e a de hoje, semelhanças perturbadoras evocam memórias de uma época pré Segunda Guerra Mundial. Do Reino Unido à Rússia, tambores de guerra batem assustadoramente.

China, Vietnã, Indonésia e Singapura - todos os países que aumentaram a produção para atender corporações e a insaciável demanda dos consumidores da década anterior - lutam pela sobrevivência.

Japão, Taiwan e Coréia do Sul, muito industrializados e movidos pela exportação, culpam a China por seus crescentes desequilíbrios comerciais, disputas internas e pela instabilidade do Sudeste Asiático.

México, uma vez que do resort de férias e aposentadoria tranquila dos americanos, se tornou tão perigoso como o Congo, e seu governo - ou o que restou dele - é igualmente implacável.

Em grande parte da América do Sul depressão, golpes e guerras prevalecem. Poucas nações foram poupadas.

Do Afeganistão, Iraque e Paquistão vêm as mesmas notícias, em anos diferentes, e a contagem de corpos diferentes: “Cinco soldados americanos mortos no Afeganistão”, “Avião operado por controle remoto militar americano mata 60 civis no Paquistão”, “Explosão de carro-bomba mata 47 no Iraque”.

Nos onze anos desde que o presidente George W. Bush prometeu trazer de volta Osama bin Laden “vivo ou morto”, houve mais avistamentos de Elvis Presley do que vestígios de Bin Laden.

Os militares americanos pedem mais tropas, mais dinheiro e mais tempo. O Presidente e o Congresso saqueiam o tesouro e o sacrifício de mais vidas sob o pretexto de manter os EUA livre da Al Qaeda.

O processo de paz entre Israel e Palestina continua permanentemente e violentamente e impasse.

O Irã, depois de ter forjado uma aliança militar/comercial com a China e a Rússia, é agora um membro do Clube Nuclear, e o mundo é obrigado a lidar com isto.

Nações ricas em petróleo, depois de afundarem e perderem trilhões em altos investimentos, tentam lidar com a rebelião interna e diminuição da procura por sua única moeda de troca.

A economia da Índia milagre acabou seu milagre, empurrando-a de volta para condições de Terceiro Mundo. Incessante guerras internas sucitam implicações nucleares.

Canadá, Austrália e Nova Zelândia não estão em grande forma, mas comparados com a maioria dos outros países, eles parecem ser o paraíso.

A África ainda é a África. Não mudou muita coisa. Corrupção, pobreza e conflitos prevalecem. Déspotas e ditadores competem pelo controle. Novas emergentes potências passam a perna em antigos poderes coloniais para comandar ricas fontes de recursos naturais.

Poucos países florescem, alguns até mesmo em regiões atribuladas. Cidadania inteligente, boa liderança, um pouco de sorte, energia e auto-suficiência de recursos - eles viram as tendências aparecendo e tomaram decisões pró-ativas.

Coadjuvantes no cenário mundial há oitenta anos - China, Índia, Brasil, etc - se tornaram peças principais desde 2009.

Louis Farrakhan: “A vacina contra a gripe é destinada a reduzir a população mundial !”



















Fonte: United Press International


Segundo uma testemunha, o líder da Nação do Islã (NOI) Louis Farrakhan disse numa audiência em Memphis que acha que a vacina contra a gripe foi criada para eliminar um determinado número de pessoas.

No domingo, Farrakhan, 76 anos, falou por quase três horas numa reunião de observação do Dia da Expiação do grupo religioso, que também marcou o 14 º aniversário da Marcha de Washington, de 1995 ( Million Man March), informou o Memphis Commercial Appeal, citando uma testemunha.

“A Terra não pode sustentar 6,5 milhões de pessoas. Não há simplesmente comida suficiente para alimentar todos. E então o que fazer ? Eliminar umas tantas pessoas quanto possível. Como? No desenvolvimento de uma ciência que permite elimina-las, sugerindo ao mundo que essas pessoas morreram de doença “, argumentou Farrakhan, dizendo ainda que muitas pessoas sabias não tomarão a vacina.

“A comunidade negra tornou-se tóxica. Deve-se purificar e restaurar a paz interior “, disse Farrakhan.

Ele aconselhou o público a não ser demasiado confiante porque Barack Obama foi eleito primeiro presidente negro à frente dos Estados Unidos.

“Você deve entender que ele foi eleito para gerir os assuntos de um país, não o seu negócio ou o meu. É o presidente norte-americano e não o presidente negro “, disse ele.

22/10/2009

Obama Pronto a Ceder a Soberania dos EUA, afirma Lorde Britânico!





















Walter Scott Hudson | 17 Outubro 2009
Internacional - Estados Unidos

Na [Conferência sobre Mudança Climática das Nações Unidas em 2009 em] Copenhagen, em dezembro próximo, daqui a algumas semanas, um tratado será assinado. Vosso presidente [Barack Obama] vai assiná-lo. Eu li esse tratado. E o que ele diz é que um governo mundial será criado. A palavra “governo” na verdade aparece como o primeiro de três objetivos da nova entidade. O segundo objetivo é a transferência de riqueza dos países ocidentais para os do terceiro mundo, para atender ao que é chamado discretamente de “dívida climática” - porque nós temos queimado CO2 e eles não; nós bagunçamos o clima e eles não. E o terceiro objetivo dessa nova entidade, desse governo, é aplicação [enforcement].

O Minnesota Free Market Institute organizou evento na Universidade Bethel, na cidade de St. Paul, Minnesota, na noite da última quarta-feira (14/10), tendo como principal orador Lorde Christopher Monckton, que foi assessor para ciências da Primeira-Ministra britânica Margareth Thatcher. Lorde Monckton proferiu longa e cáustica palestra em que apresentou detalhados mapas, gráficos, fatos e dados que culminaram com a total destruição tanto do conceito popular de aquecimento global quanto da credibilidade da ameaça de qualquer mudança climática significativa causada pelo homem.

Resumo detalhado da apresentação de Monckton será publicado assim que compilado. No entanto, trecho de sua palestra requer publicação imediata. Se fidedigna, a preocupação veiculada por Monckton pode provar-se a questão mais importante para a nação americana - mais importante do que a reforma do sistema de saúde, do que o projeto de lei ambientalista de “cap and trade” -, a reclamar portanto a atenção concentrada de todo cidadão.

Eis as palavras finais de Monckton,conforme copiadas de minha gravação:

Na [Conferência sobre Mudança Climática das Nações Unidas em 2009 em] Copenhagen, em dezembro próximo, daqui a algumas semanas, um tratado será assinado. Vosso presidente [Barack Obama] vai assiná-lo. A maioria dos países do terceiro mundo vai assiná-lo, pois acreditam que vão ganhar dinheiro com ele. A maior parte do regime esquerdista da União Européia vai carimbá-lo. Virtualmente não haverá ninguém que não o assinará.

Eu li esse tratado. E o que ele diz é que um governo mundial será criado. A palavra “governo” na verdade aparece como o primeiro de três objetivos da nova entidade. O segundo objetivo é a transferência de riqueza dos países ocidentais para os do terceiro mundo, para atender ao que é chamado discretamente de “dívida climática” - porque nós temos queimado CO2 e eles não; nós bagunçamos o clima e eles não. E o terceiro objetivo dessa nova entidade, desse governo, é aplicação [enforcement].

Quantos de vós acreditam que a palavra “eleição” ou “democracia” ou “voto” ou “votação” aparece pelo menos uma vez nas 200 páginas do tratado? É isso mesmo: elas não aparecem nenhuma vez. Então finalmente os comunistas, que saíram correndo do muro de Berlim para dentro do movimento ambientalista, que tomaram o Greenpeace de maneira que meus amigos que o fundaram tiveram de deixá-lo um ano depois, pois [os comunistas] o tomaram - agora a hora da apoteose está próxima. Eles estão prestes a impor ao mundo um governo global comunista. Vós [americanos] tendes um presidente que tem fortes simpatias com esse ponto de vista. Ele vai assinar o tratado. Ele vai assinar qualquer coisa. Ele é ganhador do prêmio Nobel da Paz; é claro que ele vai assiná-lo.

[risos]

E o problema é o seguinte: se esse tratado for assinado, se a vossa Constituição diz que ele tem precedência sobre a Constituição[sic; quis dizer "sobre a lei interna"], e se só se pode deixar o tratado com a concordância de todos os outros membros estatais, e como os EUA são o maior pagador, não vão deixá-lo sair.

Então, obrigado, América! Tu foste o farol da liberdade para o mundo. É já um privilégio apenas pisar neste solo de liberdade enquanto ele ainda é livre. Mas nas próximas semanas, a menos que o impeçais, vosso presidente vai abrir mão de vossa liberdade, de vossa democracia, de vossa humanidade para sempre. E nem vós, nem qualquer governo futuro que elejais terá a menor condição de tomá-los de volta. É tão sério assim. Eu li o tratado. Eu vi esse negócio do governo [mundial] e da dívida climática e da aplicação [do tratado]. Eles vão fazer isso convosco, quer gostais, quer não.

Mas eu acho que é aqui, aqui na vossa grande nação, que eu tanto amo e tanto admiro - é aqui que talvez, à undécima hora, no qüinquagésimo nono segundo do qüiquagésimo nono minuto, havereis de vos erguer e de impedir vosso presidente de assinar esse tratado terrível e sem sentido. Pois não há problema algum com o clima e, mesmo que houvesse, um tratado econômico em nada o [ajudaria].

Concluo dizendo a vós as palavras que Winston Churchill dirigiu a vosso presidente na hora mais escura, antes da aurora da liberdade, na Segunda Guerra Mundial. Ele ciotu vosso grande poeta Longfellow:

Sail on, O Ship of State!
Sail on, O Union, strong and great!
Humanity with all its fears,
With all the hopes of future years,
Is hanging breathless on thy fate!

[Em frente, ó Navio do Estado!
Em frente, ó União, forte e grande!
A humanidade com todos seus temores,
Com toda a esperança dos anos vindouros,
Está suspensa, atada a teu destino!]

Lord Monckton foi aplaudido de pé e respondeu a uma série de perguntas da platéia. Dentre essas, estas são relevantes para o vindouro tratado de Copenhague:

Pergunta:A atual administração e a maioria democrata no Congresso têm mostrado pouca consideração com a vontade do povo. Eles estão tentando aprovar uma agenda de mais governo e mais impostos e encargos para as gerações futuras. E nada parece detê-los. Como o Sr. sugere que impeçamos Obama de fazer isso, porque eu não vejo como impedi-lo de assinar qualquer coisa em Copenhague. Eu acredito que essa é a sua agenda e ele o fará.

LM - Não minimizo a dificuldade. Mas nesse assunto - eu realmente não me meto em política, porque não é certo. No fim, a tua política é para ti. O procedimento correto é entrardes em contato com vossos representantes, tanto no Senado onde o projeto de lei tem de ser aprovado (e podeis tentar pará-lo) e [na Câmara] e levá-los a exigir o seu direito a uma audiência (o qual todos têm) com o presidente e contar a ele sobre esse tratado. Há muitas pessoas poderosas nesta sala, pessoas ricas, influentes. Procurai a mídia, contai-lhes sobre esse tratdo. Se fordes a www.wattsupwiththat.com, encontrareis (se procurardes com cuidado) uma cópia do tratado, pois dei um jeito de colocá-lo lá não faz muito. Lede-o e que a imprensa conte ao povo que a democracia está prestes a ser tomada dele por razão nenhuma, ao menos sem base científica [com relação à mudança climática]. Dizei à imprensa que diga o seguinte: mesmo que exista um problema [com a mudança climática] vós não desejais que vossa democracia vos seja tomada. É tão simples assim.

Pergunta: É mesmo irreversível se o tratado for assinado?Suponha que seja assinado por quem não tem autoridade pois eu tenho algum… tenho um elevado grau de ceticismo de que tenhamos um presidente válido, porque eu…

Eu conheço pelo menos um juiz que partilha a sua opinião, Sr.

Eu não acredito enquanto não o vir. Será que a [possível ilegitimidade de Obama como presidente] não poderia nos dar uma causa razoável para anular qualquer tratado que ele efetivamente assine como presidente?

Eu teria muito cuidado em não confiar em coisas como essa. Embora haja certa dúvida se ele nasceu ou não no Havaí, meu medo é que seria muito difícil provar que ele não nasceu no Havaí, e portanto talvez não sejamos capazes de chegar a algum lugar com isso. Além disso, uma vez que ele assinar o tratado, quer seja válida ou não a assinatura, uma vez que assinou e ratificou, que o Senado o ratifcar, ele se torna vinculante. Mas vou dizer uma coisa: eles sabem, na Casa Branca, que não conseguirão 67 votos no Senado, a maioria de dois terços que vossa Constituição estipula para ratificar um tratado desse tipo. No entanto, o que eles planejaram é o seguinte - e eles realmente deixaram escapar isso durante a campanha eleitoral, e é por isso que eu sei. Ele planejam colocar o tratado de Copenhague em vigor por maioria simples nas duas casas [do Congresso]. Isso eles podem fazer. Mas a vantagem disso, e nisso o Sr. tem razão, é que isso, graças a Deus, é reversível. Então eu quero que rezeis hoje à noite, e rezeis muito pelo Senado, que ele se recuse a ratificar o [novo] Tratado de Copenhague, porque se o recusarem e [Obama] tiver de tentar aprová-lo como se fosse legislação doméstica, podeis rejeitá-lo.

Independentemente de se está ou não ocorrendo aquecimento global ou se ele é causado pela atividade humana, no em qualquer grau, nós não queremos um governo mundial com o poder de impor impostos aos americanos sem representação eletiva ou qualquer coisa análoga às proteções constitucionais. Os Pais da Pátria dariam voltas em seus túmulos se soubessem que seus descendentes conferiram tal autoridade a um poder estrangeiro, desfazendo efetivamente todos os seus esforços em um ato de Revolução Anti-Americana. Se esse é o nosso destino iminente, precisamos suspender tudo mais e nos concentrar em impedir que isso aconteça. Se cedermos a soberania americana, todos os outros debates tornar-se-ão irrelevantes.

Passando os olhos no tratado, encontrei os objetivos da nova entidade mencionados por Monckton:

38. O esquema para o novo arranjo institucional sob a Convenção será baseado em três pilares básicos: governo; mecanismo facilitativo; e mecanismo financeiro, cuja organização básica incluirá o seguinte:

Governo Mundial (título acrescentado)
(a) O governo será regido pela COP ["Climate Change Conference", Coferência sobre Mudança do Clima] com o apoio de um novo órgão subsidiário sobre adaptação e de um Conselho Executivo responsável pelo gerenciamento dos novos fundos e dos processos e órgãos facilitativos relacionados. O atual secreatriado da Convenção operará como tal, conforme apropriado.

Redistribuir Riqueza (título acrescentado)
b) O mecanismo financeiro da Convenção incluirá um fundo multilateral de mudança climática incluindo cinco janelas: (a) uma janela de Adaptação, (b) uma janela de Compensação, para tratar de perdas e danos do impacto da mudança climática [leia-se a "dívida climática a que se referiu Monckton], incluindo seguro, rehabilitação e componentes compensatórios, (c) uma janela de Tecnologia; (d) uma janela de Mitigação; e (e) uma janela REDD ["Reducing Emissions from Deforestation and Degradation", Reduzindo Emissões do Deflorestamento e Degradação], para apoiar processos multi-fásicos para incentivos positivos para florestas relacionados a ações REDD.

Com Autoridade para Aplicação [Enforcement] (título acrescentado)
O mecanismo facilitativo da Convenção incluirá: (a) programas de trabalho para adaptação e mitigação; (b) um processo REDD de longa duração;(c) um plano de ação tecnológico de curta duração; (d) um grupo de especialistas em adaptação estabelecido pelo órgão subsidiário em adaptação,e grupos de especialistas em mitigação, tecnologias e monitoramento, relatoria e verificação; e (e) um registro internacional para monitoramento, relatoria e verificação de observância dos compromissos de redução de emissões, e a transferência de recursos técnicos e financeiros de países desenvolvidos para países em desenvolvimento. O secretariado fornecerá apoio técnico e administrativo, inclusice um novo centro para troca de informações.

http://fightinwordsusa.wordpress.com/2009/10/15/obama-poised-to-cede-us-soverignty-claims-british-lord/

fonte: Mídia Sem Máscara

21/10/2009

A igreja cristã se perdeu em meio a tantas estratégias !




















Por Hermes C. Fernandes


Um dos fatos que denunciam isso é a freqüente confusão entre testemunho e ostentação.

Os fiéis se inspiram em seus pastores que exibem suas aquisições materiais como um sinal da aprovação divina de seus ministérios. Ninguém ousa questionar. Se o pastor comprou um avião, é porque ele vive o que prega. Ora, se prega prosperidade, como poderia viver em dificuldade?

Esta é lógica perversa que acompanha tais movimentos.

Se um pastor fica doente, ninguém pode ficar sabendo. É segredo de estado. Porque se for ventilado entre os fiéis, sua fé será questionada, e seu ministério desacreditado. Haverá até quem suspeite de que ele esteja em pecado.

Se passar por um problema familiar, o caso é logo abafado. Se ele troca a esposa por uma mais jovem, isso pode indicar o cumprimento da promessa de Deus de que a glória da segunda casa será maior do que da primeira. O jargão “de glória em glória” é usado para justificar qualquer coisa. Trocou o carro por um mais novo. Trocou de esposa. Deixou a comunidade e foi morar numa cobertura de frente pra praia, e por aí vai. E ele conta de púlpito, sem o menor recato, como se fosse um testemunho.

Não sei como ainda não tiveram a idéia de lançarem uma CARAS GOSPEL (espero não estar dando idéia...rs). Líderes disputariam a tapa um espaço na revista para exibir seu luxo. E o que não faltaria é quem comprasse só pra xeretar e buscar inspiração.

Em vez de se inspirarem na vida de Cristo e de Seus apóstolos, os líderes atuais se inspiram nos executivos de empresas de marketing de rede, como Amway e Herbalife, onde a cada encontro, ouve-se testemunhos daqueles que se empenharam na divulgação dos seus produtos e na expansão de sua rede, e hoje exibem suas aquisições materiais como troféus e comprovação da veracidade da proposta da empresa.

- Estão vendo aqui o meu terno Armani? Jesus quem deu! Nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu tão bem. E Deus não tem filho predileto. Se deu pra mim, pode dar pra você. É só fazer a campanha certinho, dar o seu tudo, e depois será você que vai subir a este altar para testemunhar.

E o pior é que dá certo! Ninguém questiona de onde veio o dinheiro usado para comprar aqueles mimos exibidos pelo pastor. As pessoas ficam cegas por suas próprias cobiças.

O pastor deixa de ser mentor espiritual, para ser guru, coach, ou pelo menos, um exemplo de sucesso.

Aquele pastor que opta pela discrição, ou mesmo por uma vida mais recatada, logo é taxado de fracassado, medíocre, sem visão.

Quando reflito sobre isso, lembro de dois reis com posturas completamente diferentes.

O primeiro é Salomão, que ao ser visitado pela Rainha de Sabá, deixou-a boquiaberta, não pela suntuosidade do seu palácio, nem pelas jóias que usava, mas pela sabedoria de suas palavras, a excelência do serviço prestado por seus servos e a qualidade do culto oferecido a Deus. O texto diz que ela ficou como fora de si (2 Cr.9:1-4). A postura de Salomão e de seus servos era o seu cartão de visitas. Seu testemunho já alcançava os lugares mais longínquos da Terra, atraindo gente de todas as nações.

O segundo rei que vem à mente é Ezequias. Depois de ter sido curado por Deus, Ezequias recebeu a visita de uma comitiva da Babilônia. Amostrado que só ele, resolveu tirar uma onda com os mensageiros babilônios, e assim, mandar um recadinho para o seu rei.

- Vejam toda a casa do meu tesouro. Quanta prata, ouro, especiarias, ungüentos. Aproveitem para ver minha casa de armas. É tudo meu! O Senhor me deu! Relatem ao seu rei a grandiosidade do meu reino.

Assim que a comitiva se foi, Isaías, o profeta, veio a Ezequias e lhe perguntou: “Que disseram aqueles homens, e donde vieram a ti? Respondeu Ezequias: De um país muito distante vieram, de Babilônia. Perguntou o profeta: Que viram em tua casa? Respondeu Ezequias: Tudo o que há em minha casa viram. Coisa nenhuma há nos meus tesouros que eu não lhes mostrasse” (2 Reis 20:14-15).

Aquilo foi testemunho ou ostentação? Precisa responder?

Por causa de sua ostentação, Deus lhe mandou dizer que aqueles mesmos babilônios viriam no futuro, e tomariam todas aquelas riquezas, e ainda levariam seus descendentes para o cativeiro.

Isso é que dá ostentar. Deus não tem compromisso com a nossa vaidade.

Já participei de convenções de igrejas que eram verdadeiras feiras de vaidade. Alguns convencionais faziam questão de ficar nos melhores hotéis, pagar motoristas particulares, comer nos mais requintados restaurantes. E quando conversavam entre si, o assunto sempre girava em torno de números. Quantos membros, quantas congregações, quanto isso, quanto aquilo, etc. Ninguém queria ficar por baixo. Se o culto tivesse cem pessoas, dizia-se que tinha quinhentas. Se batizou dez, contava que havia batizado cinqüenta. Era o tal de comer sardinha e arrotar caviar.

Não estou dizendo que tais coisas sejam erradas por si mesmas. O problema está no espírito por trás de toda esta ostentação.

Se quisermos resgatar a credibilidade da igreja cristã, teremos que repensar nossos parâmetros, e trocar a ostentação pelo verdadeiro testemunho. As pessoas se sentirão atraídas, como aconteceu com a rainha de Sabá, que viajou milhares de quilômetros, só para conferir a sabedoria que Deus dera a Salomão.

A bem da verdade, a ostentação também atrai, só que outro tipo de público. Não os que querem ouvir a Palavra, mas os que querem se dar bem. Os mensageiros da Babilônia sempre voltam, porém com o intuito de saquear, de se apossar dos bens alheios, e depois, terem também o que contar. Com isso, a roda continua a girar, garantindo a manutenção de tais 'moveres'.