A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço!

Martinho Lutero

26/12/2012

ED RENÊ KIVITZ - UMA REFUTAÇÃO À HERESIA DESTE PASTOR ''BATISTA''

Fernando Galli


De vez em quando chegam aos meus olhos e/ou ouvidos textos, mensagens e comentários de pastores que professam o Cristianismo, mas adotaram um proceder de questionar as Escrituras Sagradas. De início digo:

Creio no relato de Gênesis todo, porque aceitei a Cristo, o qual, através da obra do Espírito Santo de Deus em meu viver,dá-me a fé necessária para aceitar o relato como verdadeiro e inspirado. O próprio Jesus confirmou o relato. (Mateus 19:4, 5; João 8:44) Paulo também. (Romanos 5:12) E João também. (Apocalipse 12:9) Todavia, um "pastor" batista, denominado ED RENÊ KIVITZ, escreveu o seguinte texto, procurando reinterpretar Gênesis 3. E eu, que nem chego aos pés das Graduações Acadêmicas de tal homem, propus refutar o texto dele.
ED RENÊ KIVITZ - "Você pode interpretar a história de Adão e Eva como uma descrição de como as coisas aconteceram. Mas pode também interpretar como descrição de como as coisas acontecem. Pode ser uma história que conta como as coisas foram, ou como as coisas são. Pessoalmente, opto pela segunda alternativa. Não me interesso tanto em saber se as coisas foram daquele jeito ou não, não estou preocupado com a literalidade da narrativa, que aliás, me traz mais embaraços que esclarecimentos: houve mesmo um bonequinho de barro? antes de enganar o casal a serpente andava ereta? que fruta era aquela da árvore do conhecimento do bem e do mal, será que está sendo vendida na feira sem que a gente saiba que é ela? quais as coordenadas do jardim do Éden? será que os anjos com espadas de fogo ainda estão por lá?"
Fernando Galli - O "Eu" (você) pode interpretar a Bíblia do modo como se pretender, mas a questão é: Quem crê na Bíblia como a inerrante palavra de Deus não zomba das palavras dela. Não as satiriza. Será que o senhor Ed Renê seria homem o suficiente para se expressar dessa forma perante a pessoa de Deus? Sr. Ed Rene, como sou cristão e o Espírito de Deus habita em mim, não ouso questionar a Palavra de Deus como o senhor fez. O relato bíblico da ressurreição de Cristo também fala de anjos. (Mateus 28:5) Aliás, será que estes anjos ainda estão no local da ressurreição de Jesus, senhor Ed Renê? E o que dizer da própria ressurreição de Jesus, senhor Ed Renê? Que embaraçoso, não é mesmo? E que dizer dos milagres, como as curas, a multiplicação dos pães e peixes, a ressurreição de Lázaro?  Entre crer na literalidade do relato da ressurreição de Cristo tais milagres e que sejam mitos para servir como história da salvação, qual será que o senhor optaria? Pela segunda também? Se Jesus não ressuscitou dentre os mortos, é vã a nossa esperança. (1 Coríntios 15:14) Quais são as cordenadas para a nossa fé cristã? Então, se o relato de Gênesis não ocorreu literalmente, Jesus veio aqui para morrer pelos pecados de quem? Do macaquinho que virou gente?
ED RENÊ KIVITZ - "A história de Adão e Eva visa a comunicar a ótica judaico-cristã da natureza humana, da relação entre Deus e o homem, da dinâmica da sociedade humana. O autor bíblico não está preocupado em descrever o processo mecânico natural da criação. Seu texto não tem pretensão das ciências duras, que tratam das engrenagens do universo natural através da física, por exemplo, mas das ciências do espírito, que têm por objeto a complexidade do humano e suas relações. Adão e Eva somos nós."
Fernando Galli- O relato bíblico, para o cristão verdadeiro, é literal enquanto não haja elementos para o considermos simbólico e provas suficientes de que a intenção divina era de escrever um texto simbólico. As palavras de Jesus, de Paulo e de João indicam a literalidade do texto de Gênesis, a menos que o senhor Ed Renê seja capaz de provar o contrário. Ademais, a literalidade do texto encaixa-se perfeitamente na história da salvação: O homem cai, e Jesus vem morrer por ele para resgatá-lo. Jesus é o último Adão (1 Coríntios 15:45), assim não sou Adão, e estou livre da condenação do pecado original sobre mim. Graças à morte e ressurreição de Jesus Cristo muitos foram libertos de tal condenação, portanto, sua comparação é de mau gosto, digna de quem está se desviando da doutrina cristã. E pior do que isso! Confia na ciência como meio de se provar o relato ou não. Será que a ressurreição de Cristo poderia ser provada pela ciência? Desculpe-me, querido, mas não estou um pingo interessado em crer em sua teoria.
ED RENÊ KIVITZ - "Os que pretendemos definir o bem e o mal, o certo e o errado, ambiciosos da autonomia auto-suficiente cuja finalidade não é outra senão a satisfação das nossas vontades e desejos sem fim. Todos os que optamos pela competição em detrimento da cooperação, a violência em lugar do diálogo, o olho por olho contra o perdão, o império do mais forte em vez da gratuidade, as relações de interesses egocêntricos, escusos e difusos em troca da generosidade e da partilha abnegada, a conquista pela força bruta às expensas da paz. Adão e Eva somos nós. Construtores de jardins de pedra e ferro, edificadores de comunidades muradas, empreendedores prepotentes, espoliadores da riqueza e da beleza dos bichos, do verde, das águas – extrativistas predadores. Todos quantos nos dedicamos à busca do prazer a qualquer preço, que nos contentamos com o máximo de felicidade pessoal em termos de conforto e satisfação individuais, presos nas garras da Sensualidade-sensorialidade, pés fincados na terra, carne agarrada à carne, a orgia pluri-glutônica viciante e viciada-anestesiada."
Fernando Galli  - Novamente, senhor Ed Renê, embora suas palavras possam, nesse trecho, fazer sentido em vários aspectos, elas competem com a veracidade e a literalidade do texto inspirado por Deus. Com certeza, o evolucionismo lhe agrada mais, por isso "espiritualiza" o texto bíblico com boa propriedade, através de paralelismos evidentes, com finesse intelectual, para desmentir uma verdade corroborada por nada mais nada menos do que Jesus, Paulo e João. Mas como todo crítico da Palavra de Deus, certamente o senhor poderá se sentir coçado a dizer: Quem garante que tais personagens realmente estavam certos e escreveram ou dissseram tais coisas realmente inspirados por Deus? Acho que eu arriscaria afirmar: Lamentável, pastor!
ED RENÊ KIVITZ - "Adão e Eva somos nós. Fugitivos da realidade, fantasiosos, vítimas do pensamento mágico, iludidos pela possibilidade da reedição do paraíso perdido sem o concurso do divino. Adão e Eva somos nós. Também damos ouvidos à serpente. Também matamos irmãos. Também nos abandonamos ao hedonismo desvairado. Também queremos apenas nosso nome pronunciado com reverência. Adão e Eva somos nós. E somos também Caim, somos o povo ao redor de Noé, os empreiteiros da torre de babel. Mas somos também a descendência do filho da mulher, que esmaga a cabeça da serpente. Somos também Abraão. Sobre nós repousa um chamado sagrado: fazer benditas todas as famílias da terra. Gênesis não é um veredito. Gênesis é uma profecia: aponta a injustiça e o juízo, convoca ao arrependimento, suscita a esperança e promete a vitória d’Aquele cuja vontade é boa, perfeita e agradável: novo céu e nova terra."
Fernando Galli - Bom o seu truque textual, senhor Ed Renê. Novamente, a ressurreição de Jesus ocorreu, seria uma fantasia ou magia de quem a criou? Confesso que esperava tais palavras de um poeta, de um crítico textual ateu ou agnóstico, não de um pastor. O senhor se esqueceu de dizer que se mata também a história bíblica, a verdade de Deus, e se as ressuscita como textos humanos, com teor social, alegorizados para atualidade. Por isso afirmo, valendo-me de um texto literal, verídico, mas que com uma boa dose de liberdade textual, poderia em sua mesma linha de criatividade, espiritualizá-lo da seguinte forma:
  • Alguns são Adão e Eva quando creem que não foi bem assim que Deus disse. - Gênesis 3:4, 5.
  • Alguns são Adão e Eva quando diante de Deus se cobrem de vergonha da realidade bíblica para atender às exigências acadêmicas e se prostituir para conseguir diplomas. - Gênesis 3:7.
  • Alguns são Adão e Eva por se querer ser como deus, determinando quando a Bíblia fala a verdade e quando não. - Gênesis 3:22.
  • Alguns são a descendência da serpente, que ferem o calcanhar das Escrituras, mas serão feridos por toda a eternidade. - Apocalipse 22:19.
  • Alguns são Caim, que levam seus irmãos ao campo para assassiná-los espiritualmente com sua conversa fiada. - Gênesis 4:8.
A Bíblia diz que muitos se desviariam da fé por prestarem atenção a doutrinas de demônios. (1 Timóteo 4:1) Muitos são demônios também, por negarem a Palavra de Deus em troca de apoio popular, tendas cheias, salários pastorais altíssimos, enquanto missionários têm deixado de receber ajuda. Não sou perfeito, não tenho a menor chance de me equiparar aos diplomas do senhor Ed Renê. Mas sou cristão! E creio na inerrância da Palavra de Deus. Se eu não fosse cristão, certamente eu zombaria de um relato que, diante dos olhos da crítica textual e da ciência dura, são meros mitos, escritos por mãos humanas, inspirados não por Deus, mas pela própria vontade de escrever. - fernando galli.

DE QUE ADIANTA PREGAR TÃO BEM, PRENDER A ATENÇÃO DE MULTIDÕES, COM UMA MENSAGEM CRISTÃ, SE O INDIVÍDUO SE ACHA NO DIREITO DE QUESTIONAR E ZOMBAR DAS ESCRITURAS?
Resto do Post

27 comentários:

  1. EU DISCORDO.
    Por que temos que considerar o relato da criação de Gênesis literalmente, se não consideramos as parábolas de Jesus também de tal forma? Que exegese discrepante é essa?

    Deus revelou a criação aos judeus através de uma parábola conforme o entendimento limitado que tinham. Jesus revelou seus mistérios ao povo através de parábolas conforme o entendimento limitado que tinham.

    Não duvido nada que Deus criou o mundo. Ele de fato o fez, e não há motivo algum para duvidar do contrário.

    Acontece que não há respaldo bíblico para dizermos que Deus fez coisas magicamente, num piscar de olhos. Sempre há um processo!

    O Mar Vermelho se abriu pois ventos fortíssimos sopraram sobre ele. Naamã foi curado após mergulhar 7 vezes num rio.

    Então, por que o homem, os animais, as plantas, as bactérias e tudo mais não podem ter sido criados a partir de uma bolinha de vida, uma célula incipiente, que evoluiu e chegou até o que somos hoje?

    A criação como descrita na Bíblia não tem como motivo ser um relato cientificamente e historicamente preciso.

    Como já dizia CS Lewis, "Deus nunca se faz de filósofo diante de uma lavadeira", isto é, ele usa apenas a linguagem, os símbolos e os sinais que seu interlocutor entende. O próprio Jesus cansou de dizer "estas coisas estão ocultas porque vocês não as entenderiam" em seu ministério.

    Como Deus revelaria coisas sobre células, aminoácidos, bactérias, mutações, DNA, seleção natural, e tantas outras coisas a um povo ancestral? Essas são coisas que hoje, mesmo após avanços e avanços, nem ousamos entender por completo!

    Como acreditar na ciência que faz remédios, na ciência que nos proporciona entretenimento, na ciência que permitiu-nos construir templos maiores que estádios, e negar a ciência que diz como chegamos até aqui? É ignorância de nossa parte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, você é fruto do liberalismo do século XX, nada que você fala é novo. A gente não tem que duvidar a literalidade de algo até que se prove o contrário. Não! No caso da parábola é explicitamente dito, a criação se crê na não literalidade por algo que os humanistas, racionalistas, deístas não creem.

      Dá uma olhada nos autores que vocês está lendo. Pense bem se não é melhor ficar com a bíblia só, pelo menos por enquanto, depois você vai pro mundão, isto é, crítica heresia, parece que você caiu nelas.

      E outra, para de limitar o poder de Deus dizendo como ele deve agir, se em processo, se não em processo, ele age como quer. Você pode até não crer na veracidade literal do relato de gênesis, mas quer que eu te diga mais uma coisa? Ele é cientificamente muito mais importante do que a tua opinião, mesmo com todas as discordâncias quanto a data de escrita do livro, ele tem no mínimo uns 2,500 anos! E o livro fala que foi dessa forma, literal! Só nisso ele já tem muito mais valor do que tu acha só por achar!

      Ademais, só quero que Deus lhe abençoe e lhe ensine a tirar toda falta de fé que está tentando entrar no povo que se chama pelo nome dEle.

      Excluir
    2. Cara, você tá certíssimo em sua postura. Esses "inerrantes errantes pela terra" tem a necessidade de crer na magia porque tem dificuldades de entender que deus é muito, mas muito mais que o que eles desejam que seja

      Excluir
    3. Esse cara está tão certo que não teve coragem nem de se revelar...

      Essa refutação foi ridícula! Acreditar literalmente nos primeiros capitulos de Genesis é semelhante a acreditar em papai noel! Só dá margem para os ateus acreditarem que existe evolução e no caso a desse povo está um pouco para trás!

      Oh anônimo! Vai ler sobre liberalismo antes de sair acusando os outros por ai! Seu argumentos são péssimos!

      Excluir
  2. Discernimento é o dom que necessitamos muito neste momento da igreja. Quero me manifestar aqui podendo ser acusada de "julgar" erradamente, de ser juíza que condena injustamente. Veremos naquele Dia. Devemos sim julgar todas as coisas pela Bíblia, e se não o fizermos estamos desobedientes à Palavra de Deus.
    Concordo com o irmão Fernando Galli. E mais, o Sr. Ed Renê Kivitz é mais um falso profeta, tal qual o renomado e também, tão estudado Professor Júlio Paulo Tavares Zabatiero. É um engano do diabo todo questionamento da verdade bíblica, como foi no Éden com nossos primeiros pais. É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? Foi a alto crítica - e hoje também os liberais da nova praxis teológica:"É assim que Deus disse? Que a Bíblia disse?"

    AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo (I Jo.4.1). Discernimento Senhor Deus!

    ResponderExcluir
  3. Se temos que ler literalmente, por que vc nao cortou a mão? ela te fez pecar falando mal do seu irmão Ed Rene e segundo a biblia, literalmente se ela te fez pecar, arranca fora....Aaa.. Me ajude né irmão... Temos que saber interpretar e nao somente isto, entender a linguagem e cultura judaica que escrevia os textos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondendo:

      ATENÇÃO AS PALAVRAS EM MAIÚSCULO, SEGUE O TEXTO! DEUS NOS CONCEDA COMPREENSÃO.

      "Naquele momento os discípulos chegaram a Jesus e perguntaram: "Quem é o maior no Reino dos céus? "
      Chamando uma criança, colocou-a no meio deles,
      e disse: "Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus.
      Portanto, quem se faz humilde como esta criança, este é o maior no Reino dos céus.
      "Quem recebe uma destas crianças em meu nome, está me recebendo.
      MAS SE ALGUÉM FIZER TROPEÇAR um destes pequeninos que crêem em mim, MELHOR lhe seria amarrar uma pedra de moinho no pescoço e se afogar nas profundezas do mar.
      "Ai do mundo, por causa das coisas que fazem tropeçar! É INEVITÁVEL que tais coisas aconteçam, mas ai daquele por meio de quem elas acontecem!
      Se a sua mão ou o seu pé o fizerem tropeçar, corte-os e jogue-os fora. É MELHOR entrar na vida mutilado ou aleijado do que, tendo as duas mãos ou os dois pés, ser lançado no fogo eterno.
      E se o seu olho o fizer tropeçar, arranque-o e jogue-o fora. É MELHOR entrar na vida com um só olho do que, tendo os dois olhos, ser lançado no fogo do inferno".
      "Cuidado para NÃO DESPREZAREM um só destes pequeninos! Pois eu lhes digo que os anjos deles nos céus estão sempre vendo a face de meu Pai celeste.
      O Filho do homem veio para salvar o que se havia perdido."
      Mateus 18:1-11

      Perceba que Jesus está o tempo inteiro falando sobre as Crianças e como deve ser a relação do "homem grande" com a Criança, aí Ele diz que as crianças são "puras" e que dos que tem o coração igual ao delas é o reino dos céus, portanto, não devemos faze-las tropeçar, que é melhor se matar do que fazer isso, levar uma criança ao mal caminho, mas logo depois o próprio Cristo diz que é inevitável...

      E aí começa a falar sobre o tropeçar para o homem, e diz, é melhor que se mata, afinal, coisa terrível é um homem imundo na mão de um Deus justo e irado com pecado.

      No entanto o próprio Cristo termina com uma das frases mais lindas do mundo inteiro: "O filho do homem veio para salvar o que se havia perdido".

      Quem? O homem grande que melhor seria se ele cortasse a mão, é esse o homem que precisa da salvação.

      O QUE EU QUERO DIZER É QUE A INTERPRETAÇÃO É LITERAL SIM!!! NO ENTANTO NÃO TEM DIZENDO QUE DEVEMOS CORTAR A MÃO, DIZ QUE É MELHOR DO QUE O PECADO, MAS NÃO QUE ISSO SEJA A SAÍDA, A SAÍDA, ESCAPATÓRIO SÓ TEM DIZENDO NO FINAL ONDE TEM DIZENDO QUE O FILHO DO HOMEM VEIO PARA SALVAR O QUE ESTAVA PERDIDO!!!!

      Excluir
  4. PASTOR ED RENÉ GRANDE HOMEM DE DEUS, FICO FELIZ EM PODER OUVÍ-LO PREGAR JUNTANDO SUA INTELIGÊNCIA COM A SABEDORIA DE DEUS. CLARO QUE SERÁ PERCEGUIDO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pastor Ed.René é um homem sério e que tem expressado o evangelho de Jesus, você Fernando não compreendeu o sentido do texto escrito, ficou tão armado com sua teologia, que seu entendimento foi vago e sem revelação. Não conseguem entender o que o Ed.René escreve, pois está preso a uma visão religiosa. Ed.René está falando em uma conotação espiritual sobre religiosidade, e compara a todos em suas atitudes, aos personagens de Gênesis no sentido de que vivemos independentes da vontade de Deus com nossas práticas. Quando Adão e Eva decidem por si mesmos, estão dizendo que podem ser independentes e conhecedor de todas as coisas, melhor dizendo, eles quiseram ser igual Deus, quiseram ser Deus dentro do propósito que a serpente lhe trás. No texto, relacionado a fala de Ed.René está explicito a critica a pessoas que expressam uma vida com Jesus, mas que na verdade estão dando continuidade em atos como os de Adão e Eva, como os de Caim, como os atos do povo da época de Noé e da torre de Babel. São práticas reprovadas e que muitos as vivem. Espero que sejamos tardios em julgar alguém como o Ed.René foi julgado por não se ter compreensão do que estão lendo. Mt 7.1-11 Não Julgueis para não seres julgados, com a medida que...Se pega uma texto que uma pessoas escreve em algumas linhas e já querem julgar a pessoa sem conhecer sua história, quem realmente é, o que realmente tem feito em função do Reino de Deus. Estão sempre prontos em julgar quem é ou não por uma fala mal interpretada. Que mentalidade mais pequena e religiosa. Em fim fico envergonhado de pessoas que ainda vivem essa religiosidade como juízes. Que o Senhor ti...Nm 6.24

      Excluir
    2. É lamentável, mas o "falso profeta" engana mesmo, ainda mais os que não crêem de verdade na Bíblia, os sábios segundo o mundo, os liberais. Eles ousam distorcer a verdade divina, e passam despercebidos para alguns. Aleluias pelo entendimento espiritual Pr. Fernando Galli, muito bem apresentado o "lobo em pele de ovelha".
      E, para o caro Senhor Hélcio Vitor que falou das parábolas, leia, por favor, Mateus 13:
      9."Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
      10.E, acercando-se dele os discípulos, disseram-lhe: Por que lhes falas por parábolas?
      11.Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado;

      Excluir
    3. Sou Pastor Batista com um "B" bem maiúsculo, e sou filiado à Convenção Batista Brasileira e tenho Confissões Ortodoxas Bíblicas em minha vida. Tenho vergonha de ter alguém, ainda pastor, que pra nível de informação "crê na aposentadoria de Deus". Sim! É assim que Luiz Sayão chama essa Teologia Profana difundida por esse sr, Ed Renê e por outro herege chamada Ricardo Gondim, a Teologia Relacional ou do Processo, como pastor "batista" e ainda filiado à CBB. Parabéns Pr. Fernando Galli! continue refutando essas heresias!

      Excluir
  5. Caro Fernando Gali. Acho interessante suas palavras, mas muito mais a do Pr. Ed Renè. Por quê nós, como seres criados (o que importa mesmo é que o criador é o Deus todo poderoso, que foi revelado a nós em Jesus) não passamos a nos preocupar mais com a verdadeira religião, que é cuidar dos pobres, viúvas, necessicitados. Paremos de brigar entre nós e passemos a olhar o nosso vizinho que pede socorro. Lamentável aqui é sua atitude, perdendo tempo discutindo questões teológicas. Invistamos mais nosso tempo no amor ao próximo, exercitando assim nosso amor a Jesus. A graça e a paz de Deus meus irmãos em Cristo, Fernando Gali e Ed René Kivitz
    Marco Aurélio

    ResponderExcluir
  6. Amado pastor Fernando galli, sua interpretação do texto do pastor Ed. Rene tem uma certa lógica, porém é apenas uma visão de relatos bíblicos que a muito tempo são discutidos e com diversas interpretações, essas discussões e acusações só levam a obtermos comentários como o da amiga Aletheia postado no dia 16/01/2013 mostrando um total desconhecimento dos fatos apresentados e uma total intolerância, afirmando que o pastor Ed Rene é um falso profeta, acredito no pastor Ed Rene como um homem que se esforça para termos hoje em dia um evangelho mais humano, e por certo o senhor pastor Fernando também luta por um evangelho que não fique preso dentro de nossos templos, pois essas discussões são apenas canseira, é correr atrás do vento.
    Vinicius Vianna Domingues

    ResponderExcluir
  7. Quem defende a literalidade dos dias (de 24h) na Criação em Gênesis,e dos 3 primeiros capítulos de Genêsis, por que não apoia a literalidade de Gn 3:15? Por que a serpente é representação?? Por que é figurada a semente da serpente?? Por que não usa como literal a expressão 'OS FILHOS DE DEUS' em Gn 6:2?? E Apocalipse?? Não é literal por que??
    Quando é conveniente é interpretativo.. quando não, é literal! Típico de todos que fazem da Confissão de Fé de Westminster a sua regra de fé máxima! Aposto que se o Nicomedus (e eu admiro ele) trazer a tona um texto e através de um exame minucioso dizer que ele é metafórico ou alegórico, TODOS vão concordar!

    Porém devo informar que esse tipo de interpretação não tem nada a ver com "liberalismo do séc. XX" Até porque interpretá-la desse modo não é sequer algo novo, já que Santo Agostinho no século IV já propunha algo do tipo!

    ResponderExcluir
  8. O simples fato de selecionar trechos literários de outro ser vivente, e fazer comparações com suas interpretações, te faz covarde e ignorante, tenho certeza que o Pastor Ed Renê não se acha o dono de toda razão, pois sei que é humilde suficiente para isto. Criticar outro vivente é narrar a lógica, pois todos somos falhos e pecadores, prefiro ficar com os humildes que não perdem seu tempo em criticar o próximo. A palavra de Deus se fosse como um gibi não haveria tanta discórdia. Sei que foi uma fraqueza sua Sr. Fernando Galli, pois o Sr. também é falho. Continue acompanhando as palavras de NOSSO irmão Pr. Ed Renê e colha todos seus bons frutos, e deixe no chão aqueles frutos que acha que não serve para o senhor. Compreenda o evangelho de Deus, do amor, colocou um x na imagem de Silas Malafaia, porque isso? Abaixe suas armas, e venha realmente andar na graça. Fique com Deus!
    Leanderson

    ResponderExcluir
  9. No primeiro texto ele diz que (ele) não se preocupa na forma literal que foi escrita a palavra e deu exemplos para que os de pouco entendimento compreendessem o que ele falava mas mesmo assim vejo q não foi possível....
    Rene usou destas palavras !houve mesmo um bonequinho de barro?, ..., ..." para mostrar que não é isso que importa saber , se não, crer de fato Nele, sem a necessidade de ficarmos nos ocupando em desvendar a grandiosidade do Deus que se apresenta a nós, pelo fato de muitos hj se preocuparem excessivamente em desvendar mistérios nunca antes revelados, ou até mesmo saber de Deus o que outros não sabem, ao invés de enxergar com clareza a obra Divina de Deus nosso Criador, e seu ensino pelo Filho Unigênito Jesus, e sua redenção e salvação a nos ofertada com graça incalculável, para crendo vivermos eternamente com Ele. E o Filho é revelado em toda a escritura(bíblia), o Grande Mistério nos foi revelado!!!! acaso disse muito quando falou"houve mesmo um bonequinho de barro?" .... e não me importa dizer se vou seguir este ou aquele , mas a Cristo revelado... então para com essas bobeira, fale com o Senhor o que lhe encomoda nesse homem o Deus de todo poder é bom e houve com atenção e defendera a causa do justo, Ele mudará tando o seu coração quanto o do Rene, para que andemos em amor.

    ResponderExcluir
  10. O Kivitz é um herege! Vamos queimá-lo em uma estaca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns...uma posição bem "cristã"...com certeza Jesus teria dado a mesma sugestão...

      Excluir
  11. Refutação cheia de ódio e herisia, infeliz

    ResponderExcluir
  12. A teologia da Libertação, mesclada com um pouco de filosofia pode gerar um pensamento de filósofo e não de Pastor.

    ResponderExcluir
  13. Acredito sim qque Deus criou todas as coiss e todos os homens.Se formos fazer uma pesquisa sobre como esses homens criados por Deus entendem como foram eles criados, cada um na sua cultura, veremos relatos totalmente difrentes dos relatos dos judeus que chegou até nós através do AT. então como pensar isso, o relato da criação escrito pelos homens judeus são mais importantes do que os relatos de outros homens de culturas diferentes, que também foram criados por DEUS?

    ResponderExcluir
  14. aqui de recife-pe não entendi nada heretico , mas vejo precipitação sobre a pessoa do ed rene , contudo sua obra que hoje acabei de ler (28/04/2013) merece segunda leitura por causa do acrescimo espiritual , excelentemente bíblico , que causou em vida como um todo , pois passei a ver esta vida na terra com uma importância nunca antes dada .
    agradeço , AMÉM .

    ResponderExcluir
  15. Que triste ver os comentarios de ambas as opinioes... muito agressivas de ambas as partes... Isso nao nos diferencia do mundo... nos torna igual.... infelizmente...

    ResponderExcluir
  16. Acorda pra vida Fernando! Já é comprovado cientificamente que uma história similar ocorreu há milhares de anos com a cultura suméria. Muito antes de receber o pentateuco pelas mãos de (supostamente) Moisés, o primeiro homem de nome "Adamo" já era citado na religião suméria. As alegorias pouco me importam, estou a favor do referido Pastor que você, deliberadamente, por implicância gratuita, tenta denegrir a imagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que saudade do puro e simples evangelho de Jesus!

      Excluir